Kaspersky Labs explica: como são feitos os roubos e como evitá-los

O Kaspersky Labs explica através de um infográfico como são feitos os roubos e como evitá-los

O risco é já uma realidade: todos os dias são detectados mais de 5000 páginas web comprometidas, mais de 1400 novas amostras de malware bancário e 230 novos keyloggers.

Hoje em dia, os dados de acesso a sites de Internet banking ou de cartões de crédito são os mais desejados pelos cibercriminosos, que tentam de todas as formas se apropriar deles para obter dinheiro de forma indevida. É, por isso, fundamental que os usuários protejam todos os seus dados na Internet para evitar que venham a se tornar vítimas do cibercrime e ficar no prejuízo.

Mas como os cibercriminosos conseguem ter acesso a este tipo de informação? Existem vários caminhos:

• O principal é o Phishing, que faz com que o usuário seja induzido a informar seus dados em páginas da Internet falsas. De fato, 70% dos emails infectados tem como foco a fraude para o roubo de dinheiro.
• O usuário é redirecionado quando utiliza uma conexão não segura. O Wi-Fi gratuito e público é potencialmente o tipo de conexão mais perigosa.
• Outro dos meios é acessar um site legítimo mas que está comprometido. Todos os dias são detectados mais de 5000 páginas Web comprometidas.
• Utilizando um equipamento infectado. Os programas maliciosos podem redirecionar o usuário para websites de Phishing, roubar as suas senhas e números de cartões de crédito muitas vezes presentes no HD ou interceptar as informações que são trocadas com o banco. Todos os dias são detectadas mais de 1400 novas amostras de malware bancário.
• Interceptando as teclas que o usuário digita no seu teclado quando busca acesso à informações sensíveis e sigilosas, como senhas ou PINs. Todos os dias se descobrem 230 novos programas do tipo keylogger.

A Kaspersky Lab dá alguns conselhos básicos aos usuários para protegerem os seus dados financeiros e prevenirem potenciais ataques:
– Instalar no equipamento uma solução de segurança atualizada e que inclua proteção especial para pagamentos seguros.
– Navegar em websites de confiança e através de uma conexão igualmente confiável.
– Utilizar um teclado virtual ou seguro que seja capaz de evitar que as passwords sejam interceptadas por um keylogger.

Agradeço ao Davi e ao Lucas, amigos e colaboradores do Seu micro seguro, pela referência a esta notícia.

Fonte: Wintech

2 Responses to Kaspersky Labs explica: como são feitos os roubos e como evitá-los

  1. Wellington disse:

    Parabéns pela matéria Victor.
    Muito útil e interessante.
    Abs.

    • Victor Hugo disse:

      Wellington,
      Que bom saber que você gostou desta notícia hoje em destaque aqui no Seu micro seguro!

      Muito obrigado pelo seu comentário e participação!

      Abraço!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 498 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: