App falso para iPhone é sucesso no Brasil

Aplicativo Bloquear a Tela custa US$1 e está entre os 10 mais baixados para iPhone na App Store brasileira. Software promete bloqueio de tela no “estilo Android”
Um aplicativo falso para iPhone que não funciona e pede até foto do cartão de crédito do usuário tem feito sucesso no Brasil. Atualmente, o app em questão, chamado de Bloquear a Tela, é o sexto software pago mais baixado para iPhone na App Store local.

Criado pela desenvolvedora Matrix Original e distribuído pela Ngoc Vu Thi, dupla que também possui outros aplicativos falsos de sucesso na loja da Apple, o Bloquear a Tela promete levar para o iPhone o método de bloqueio de tela comum nos aparelhos Android, em que é preciso deslizar o dedo no display seguindo um determinado desenho criado anteriormente pelo usuário.

Anúncio do aplicativo falso Bloquear a Tela, aprovado pela Apple

Em testes da Macworld Brasil, o aplicativo que custa um dólar não funcionou. Após abrir o app e configurar o código, conforme pedido, apertamos o botão power do smartphone. Ao apertá-lo novamente para abrir a tela início, não foi pedido nenhum código como prometido.

E a enganação não para por aí: o Bloquear a Tela ainda traz uma seção em que pede para o usuário tirar uma foto do seu cartão de crédito e depois preencher dados como nome do dono e número do cartão. No entanto, não há nenhuma explicação para tal pedido.

Seção do app falso que pede até foto do cartão de crédito do usuário

Vale notar que apesar de ser um golpe, o aplicativo foi aprovado pela Apple e possui muitas avaliações favoráveis, devidamente apoiadas por testemunhos falsos. Outro detalhe é a quantidade chamativa de erros de português na descrição do software na App Store.

Além do Bloquear a Tela, a Matrix Original possui outros diversos aplicativos para enganar os usuários, incluindo dois (isso mesmo, dois) apps que prometem bloquear chamadas indesejadas no iPhone. Os golpes em forma de aplicativos atendem pelos nomes de Bloquear Chamadas Indesejadas, Lista Negra Gestor – Bloquear Chamadas Indesejadas e Leitura de Palma (que promete ler a mão dos usuários).

Infelizmente, ambos os aplicativos de bloqueio de chamadas estão entre os 50 mais baixados para iPhone na App Store brasileira e obviamente que todos eles são pagos, custando um dólar cada.

É importante lembrar que todos os aplicativos vendidos na App Store passam por avaliação prévia da própria Apple.

Agradeço ao Lucas, amigo e colaborador do Seu micro seguro, pela referência a esta notícia.

Fonte: IDG Now!

Os comentários estão desativados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 462 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: