Cuidado com o uso do Whatsapp

whatsapp

Há alguns dias atrás muitos usuários do serviço de mensagens instantâneas do Whatsapp receberam diferentes versões de uma corrente de mensagens que alertava para o fim da gratuidade do programa, gerando a dúvida se era uma mensagem de spam ou se realmente o aplicativo passaria a ser pago.

Esta última opção foi desmentida pela própria empresa em outras ocasiões em que a questão surgiu. Além disso, já existem outros Apps móveis de mensagens instantâneas gratuitos no mercado com forte adesão por parte dos usuários, o que não faria muito sentido que neste momento o Whatsapp passasse a cobrar pelas mensagens.

Hoje, o aplicativo para dispositivos móveis Whatsapp é o serviço de mensagens instantâneas gratuito mais popular do mundo, tendo se tornado num padrão de comunicação. Esta popularidade o torna um alvo atraente para os cibercriminosos. Mas que tipo de ataques podem chegar ao usuário através do Whatsapp?

De acordo com a Kaspersky Lab, são dois os principais riscos que afetam os smartphones dos usuários quando acessam o Whatsapp: o spam e as conexões WiFi.

Spam
O envio de mensagens maliciosas é o método mais usado pelos criminosos nesta aplicativo. Utilizam-se mensagens que convidam o usuário a reencaminhá-las a todos os seus contatos. Além disso, ao permitir o envio e recepção de arquivos de texto, vídeo, música e imagens, estas mensagens podem conter arquivos infectados ou links que redirecionam o internauta para sites fraudulentos através dos quais podem ser vítimas de malwares. Para evitar estes ataques, os analistas da Kaspersky Lab recomendam aos usuários que não aceitem nem reenviem mensagens que sejam suspeitas ou que venham de contatos desconhecidos.

Redes WiFi
A Kaspersky Lab também alerta para os perigos de usar esta aplicativo através de redes WiFi abertas ou desconhecidas. O Whatsapp não criptografa qualquer dos dados que os usuários enviam, e dessa forma as mensagens podem ser observadas e interceptadas por outros que partilhem a mesma rede WiFi, tornando assim a privacidade de quem usa esta conexão vulnerável a ataques.

Agradeço ao Davi e ao Lucas, amigos e colaboradores do Seu micro seguro, pela referência a esta notícia.

Fonte: Wintech 

4 Responses to Cuidado com o uso do Whatsapp

  1. Renatinho disse:

    O Whatsapp nunca foi gratuíto, ele é de graça só no primeiro ano! No iOS ele é 0,99 centavos para ser adiquirido, e no Android ele custa uma anuidade de 0.99 a partir do segundo ano!

    • Victor Hugo disse:

      Renatinho,
      Obrigado pelo seu importante esclarecimento a respeito da gratuidade do aplicativo WhatsApp que no caso se restringe apenas ao primeiro ano.

  2. Marcos disse:

    Pelo menos o Facebook está começando a liberar o https por padrão, fico feliz por isso pois tenho conta lá, já o Whatsapp não tem https no aplicativo olha a diferença.

    • Victor Hugo disse:

      Marcos,
      Muito obrigado pelo seu comentário relacionado a esta notícia em destaque aqui no Seu micro seguro.

      Obrigado pela sua participação!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 507 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: