Os Riscos à Segurança nas Redes Sociais

Embora estejam preocupados com a segurança e privacidade online, os internautas apresentam comportamentos de risco no que diz respeito à utilização das redes sociais, revela um estudo recente.

Nesta semana em que rumores garantem que o Facebook já atingiu a marca dos 750 milhões de usuários, a ESET publicou os resultados de uma pesquisa segundo a qual 69 por cento daqueles que têm contas em redes sociais se dizem preocupados com a segurança e 67 por cento com a privacidade.

Apesar disso, um terço nunca alterou a senha utilizada para acessar o serviço e 15 por cento não a muda há mais de um ano. Cinquenta e cinco por cento afirmam atualizar as suas definições de privacidade de seis em seis meses, um número que os especialistas consideram problemático.

O estudo encomendado pela empresa de segurança foi levado a cabo este mês, com base em pesquisas feitas com 2027 adultos, nos EUA, revela que um em cada dez pesquisados já se viu obrigado a reportar o acesso e utilização da sua conta por parte de um desconhecido, que se serviu da mesma para disseminar ligações maliciosas e comentários.

Entre os principais receios dos usuários está o de que alguém crie uma conta com o seu nome, num cenário em que 71 por cento dos entrevistados têm medo que a informação que colocam nas redes sociais seja vendida ou partilhada sem o seu conhecimento. Isso não os inibe, no entanto, de aceitar pedidos de amizade de desconhecidos, algo que 95 por cento admite fazer.

Entre as preocupações detectadas está ainda a relativa ao uso deste tipo de serviços pelas crianças, com 17 por cento dos entrevistados que disseram estar preocupados com a utilização destes serviços por parte dos seus filhos.

A questão é o que pode ser feito para você se proteger e também aos seus contatos nas redes sociais?
Um erro comum a muitos usuários é o de considerar que a segurança nas redes sociais e a consequente privacidade está fora do seu controle e que a principal responsabilidade pelas falhas cabe aos administradores ou responsáveis pelas redes.
Na realidade, a maioria dos problemas relacionados com privacidade e segurança parte dos próprios usuários.

1. Seja esperto com as suas senhas
Muitos usuários se questionam sobre o intervalo de tempo ideal para alterarem as suas senhas. Esta não é uma questão simples de responder uma vez que depende de diversos fatores.
Utiliza a mesma senha em todas as redes sociais em que se encontra? Se responder ‘Sim’ a esta questão deveria alterar a sua senha de 5 em 5 minutos. É importante salientar que quando utiliza a mesma senha em todas as redes sociais corre-se um grande risco, pois basta acessarem a uma só conta para passarem a ter controle sobre toda a sua atividade on-line.
A sua password é uma palavra comum ou uma sequência de números semelhante a 12345? Neste caso então deveria mudar a sua password de 10 em 10 minutos. Considerando que nenhum usuário irá ficar alterando a sua senha a cada intervalo de 5 ou 10 minutos, o segredo é saber escolher uma boa combinação entre letras (maiúsculas e minúsculas), números e símbolos. Se isto for feito, a alteração da senha pode ser feita a cada período entre 3 a 6 meses.

2. Saiba quais as suas opções no que concerne à privacidade e verifique com frequência as opções disponíveis
Se por vezes as alterações ao Facebook são relatadas na imprensa, em outros casos são disponibilizadas aos usuários sem aviso prévio. Por esse motivo se recomenda verificar todas as semanas as definições de privacidade disponíveis no Facebook. Se não o fizer, pode correr o risco de estar partilhando informações pessoais com toda a comunidade de usuários do Facebook sem o seu consentimento.

3. Saiba quem são os seus amigos virtuais
Você deve estar ciente de que sempre que recebe um pedido de amizade e o aceita, conhece de fato a pessoa que o adicionou. Existem cibercriminosos que estudam o comportamento dos usuários nas redes sociais, para os mais diversos efeitos, por isso tenha muito cuidado.

Agradeço ao amigo e colaborador, Fernando Couto, pelo envio desta notícia inicialmente publicada pela Wintech, um canal de notícias sobre tecnologia português.

Visite também o blog Info Tecnologia

4 Responses to Os Riscos à Segurança nas Redes Sociais

  1. Clara Pereira Batista says:

    Desejo alterar minha senha e colocar uma só para todas as redes sociais! Podem me ajudar?

    • Victor Hugo says:

      Clara,
      Não é nada aconselhável usar mesma senha para todos as suas redes sociais. Uma vez que a sua senha seja capturada por alguma cracker ele poderá ter acesso a todas as suas contas e causar um grande estrago.
      O que eu lhe recomendo é fazer uso de diferentes senhas e passar a usar um programa gerenciador de senhas, e um dos melhores do mercado (gratuito) é o LastPass: https://lastpass.com/
      Na página deles tem um vídeo explicativo muito legal com todos os detalhes de como fazer uso do software.
      Espero que você goste deste aplicativo e que dessa forma possa gerenciar suas senhas de forma mais segura.

      Seja muito bem vinda ao blog!

      Muito obrigado pela sua participação!

  2. Marcos says:

    Excelente postagem de hoje Victor

    Só para complementar também é importante quando por exemplo for acessado sites de bancos, email e etc antes de acessar procurar a função chamada modo anônimo em qualquer navegador assim não fica nenhum rastro que foi acesso tal site principalmente em lan houses.

    • Victor Hugo says:

      Marcos,
      Excelente a sua complementação às informações do post de hoje!
      Uma excelente dica de segurança em relação ao acesso a sites de bancos em lan houses que eu só tenho a reforçar!

      Muito obrigado pelo seu comentário e participação!

%d blogueiros gostam disto: