ESET colabora com o desmantelamento da rede criminosa Dorkbot

eset

A ESET, popular empresa de desenvolvimento de soluções de segurança, foi vital no sucesso de uma operação conduzida por agências governamentais em todo o mundo e liderada pelo FBI, Interpol e Europol, que causou interrupções na infraestrutura do Dorkbot, inclusivamente nos servidores de Comando e Controle localizados na Ásia, Europa e América do Norte. A operação levou ainda à apreensão de diversos domínios, impedindo que esse Botnet conseguisse controlar os computadores dos usuários afetados.

“Para ajudar nesta operação, a ESET compartilhou analises técnicas e estatísticas sobre o malware e forneceu os domínios e os endereços de internet dos servidores de comando e controle”, afirmou Jean-lan Boutin, pesquisador de malwares da ESET.

O Dorkbot consiste numa Botnet, ou seja numa rede de computadores infectados com o vírus Win32/Dorkbot que se dissemina através das redes sociais, e-mail, discos externos, pendrives ou kits de exploits. Assim que o malware infecta o computador, começa por atacar o antivírus para poder funcionar sem interrupções e conecta-se a um servidor de comando para saber o que fazer em seguida.

Este malware rouba também as senhas do Facebook e Twitter e instala ainda outras ameaças nos computadores infectados, como por exemplo o Win32/Kasidet que permite efetuar ataques DDoS e o Win32/Lethic que envia spam.

Agradecemos ao Davi e ao Paulo Sollo, colaboradores amigos do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Wintech

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: