Microsoft adota estratégia mais agressiva na migração para o Windows 10

windows 10

A Microsoft vem preparando os PCs com Windows 7 e Windows 8.1 para uma estratégia de upgrade mais agressiva para o Windows 10 que a empresa vai iniciar em breve, segundo o desenvolvedor de uma ferramenta que bloqueia tais upgrades.

“No final de semana de Ação de Graças (fim de novembro), comecei a receber relatos de que a configuração ‘Permitir Upgrade’ do Windows Update estava sendo revertida nos PCs de diversas pessoas, e continua se reconfigurando pelo menos uma vez ao dia caso sejam desabilitadas pelos usuários”, afirmou Josh Mayfield, o engenheiro de software que criou a GWX Control Panel – a ferramenta foi criada originalmente para fazer o applet “Get Windows 10” sumir após a Microsoft instalá-lo nos computadores de usuários dos Windows 7 e 8.1 em março de 2015, e então ativá-lo em junho.

“Esse comportamento é novo e deixa o seu PC vulnerável a um comportamento indesejado de upgrade para o Windows 10”, afirma o especialista.

Mayfield vem acompanhando as diversas ações da Microsoft desde a metade do ano para manter seu GWX Control Panel atualizado com novos recursos para bloquear o aparecimento do upgrade nos PCs – e o início automático do processo de instalação.

A atualização mais recente do GWX Control Panel, que mudou para o número 1.6, adicionou o recurso de monitoramento em segundo plano para que os usuários não precisem ficar reiniciando o app para detectar mudanças na estratégia de upgrade da Microsoft.

Mayfield liberou o GWX Control Panel 1.6 em 24 de novembro, mesma época em que começou a receber reclamações de usuários de que os seus PCs estavam sendo alterados de um status “não fazer upgrade para o Windows 10” para “fazer upgrade” – muitas vezes por dia em alguns casos.

Em uma entrevista na última sexta-feira, 4/12, Mayfield disse que a mudança de configuração de upgrade para o Windows 10 em PCs Windows 7 e 8.1 teria acontecido por do envio contínuo de updates pela Microsoft para aparelhos mais antigos. A empresa de Redmond reenviou repetidamente seu aplicativo original de upgrade para o Windows 10 para computadores, muitas vezes sem mudanças documentadas, mesmo se a máquina já tivesse o app, ou se o usuário tivesse conseguido desinstalá-lo anteriormente.

“A Microsoft distribuiu esse update diversas vezes. Ela não muda o nome da atualização, mas toda versão é nova, com novos arquivos binários”, afirma.

Windows Update

Além disso, aponta Mayfield, a Microsoft também liberou atualizações para o cliente Windows Update em PCs com Windows 7 e 8.1: o Windows Update foi atualizado na semana passada para as duas versões anteriores do sistema.

Os documentos dessas atualizações para o Windows Update não especificavam todas as mudanças, mas alegavam o seguinte: “Esse update permite o suporte para situações adicionais de update do Windows 7 para o Windows 10, e fornece uma experiência mais suave quando você precisa tentar fazer novamente o upgrade de sistema por conta de determinadas condições. Esse update também melhora a habilidade da Microsoft monitorar a qualidade da experiência de upgrade.”

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: IDG Now!

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: