Gigantes da Internet protegem mal seus dados

cadeadoAs principais empresas de telecomunicações e de internet não estão fazendo o suficiente para proteger a privacidade, os dados e a liberdade de expressão de seus usuários – é o que mostra um estudo publicado nesta terça-feira.

Este primeiro esboço do “Ranking de direitos digitais” foi estabelecido depois de mais de dois anos de estudo e dá notas ruins para as principais empresas do setor.

O estudo qualificou de 0 a 100 oito gigantes da internet e oito provedores de serviço, segundo seu nível de proteção à vida privada, à liberdade de expressão, à transparência e aos dados do usuário.

O Google obteve um dos melhores resultados, apesar de ter chegado apenas a um índice de 65, seguido de Yahoo! (58), Microsoft (56) e Twitter (50), enquanto os pior qualificados são o serviço de mensagens russo mail.ru (13) e o chinês Tencent (16).

Nos operadores, a empresa britânica Vodafone liderou a lista apesar de sua baixa qualificação de 54, seguida da norte-americana AT&T (50). E os piores resultados foram os da empresa Etisalat Group (14), com sede dos Emirados Árabes Unidos e a malaia Axiata (16).

“Quando esse ranking é colocado em perspectiva, fica claro que não existem vencedores”, avaliou , diretora do projeto organizado pela fundação New America Foundation.

“Esperamos que este índice leve a uma maior transparência corporativa, que possa empoderar os usuários para que tomem decisões mais informadas sobre como a tecnologia é usada”, comentou.

Das 16 empresas, apenas seis tiveram aos menos 50 pontos e sete tiveram uma qualificação inferior a 25.

O relatório ressalta que a maioria das empresas têm um desempenho insatisfatório, que não respeita a informação sobre como reúnem, usam, distribuem e conservam os dados dos usuários.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Exame

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: