Brasil: entre os 10 países líderes em ataques de negação de serviço

DDoS concept

O mais recente relatório sobre ataques de negação de serviço desenvolvido pela Nexus guard coloca o Brasil na sexta posição de um ranking de países que mais foram alvo desse tipo de golpe. De acordo com o levantamento, mais de 3,6 mil tentativas de DDoS foram registradas por aqui no último trimestre de 2015, um total que nos coloca à frente de países como a Alemanha, por exemplo.

Apesar disso, o número de ataques registrados no Brasil ainda é bem menor que os vistos no topo do ranking. E isso acontece, principalmente, por uma tendência interessante identificada pela Nexusguard – entre outubro e dezembro de 2015, os golpes de DDoS foram motivados mais por tensões e inimizades políticas do que efetivamente por tentativas de interromper os serviços de companhias.

Foi isso que, por exemplo, colocou a Turquia no topo dessa lista, com mais de 118 mil golpes do tipo identificados. Mais do que isso, esse total foi registrado em pouco menos de um mês e meio, entre 13 de novembro e 27 de dezembro do ano passado, com o crescimento das tensões entre o país e a Rússia, uma nação que já é velha conhecida quando se fala em ataques desse tipo.

Em segundo lugar, estão os Estados Unidos, que sempre aparecem na lista, com pouco mais de 31 mil golpes identificados. Na sequência vem a China (17,6 mil), França (5,7 mil) e Grã-Bretanha (4 mil). Alemanha, Russia, Canadá e Áustria completam a lista dos dez países que mais receberam ataques.

É importante lembrar que os números indicam tentativas, e não necessariamente golpes bem-sucedidos. Para chegar aos resultados, a Nexusguard analisou a rede em busca de vetores de ataques ou de diversos IPs, em sequência, acessando muitas vezes um mesmo domínio de forma simultânea. A eficácia desse tipo de ação, entretanto, depende da força dos servidores que estão recebendo o alto volume de acessos, e eles podem ou não acabar saindo do ar.

Para a Nexusguard, as questões de política cada vez mais serão grandes motivadores para a realização de ataques DDoS. O governo brasileiro, por exemplo, foi alvo de golpes desse tipo durante o primeiro fim de semana de fevereiro, que derrubaram o site da Presidência da República e causaram lentidão em outros domínios, como os da Polícia Federal, Ministério Público e Receita Federal.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Canaltech

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: