Telefonia é um dos principais focos na aplicação de golpes

SmartphonesSegundo dados divulgados pela Serasa Experian, organizações criminosas não deram folga em 2015, e vários segmentos registraram números significativos no número de tentativas de fraude.

Em todos os setores da economia, 1,9 milhão de tentativas de roubo de identidade foram processadas. Os criminosos utilizam os dados pessoais das vítimas em identidades falsas para firmar contratos, obter empréstimos e comprar produtos diversos.

A pesquisa da Serasa explica que é comum que pessoas forneçam seus dados pessoais completos em cadastros na internet sem antes verificar se os sites são seguros. Os golpistas costumam adquirir linhas telefônicas nos nomes das vítimas para receber correspondências e, assim, conseguir comprovantes de residência na hora de abrir contas bancárias.

Smartphones roubados
No caso do setor de telefonia, com 808,451 registros, o aumento entre 2014 e 2015 foi expressivo: 4,5% (37,9% do total de tentativas de fraude). O setor nunca antes sofreu tantos golpes, com milhares de celulares roubados que tentam ser revendidos com documentos falsos.

O setor de serviços, com 567.960 casos, vem em segundo lugar, representando 29,2% do total. Apesar do número significativo, houve queda de 12,4% na comparação com 2014. O setor bancário, por sua vez, se encontra no terceiro lugar, com 389.205 tentativas e 20% do total. Houve uma queda expressiva entre 2014 e 2015 de 18,5%, revelando que os criminosos estão enfrentando dificuldades na hora de enganar bancos e agências de crédito.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Tecmundo

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: