WhatsApp irá criptografar mensagens de voz

whatsappDe acordo com informações divulgadas ontem (14/03), o WhatsApp começará a expandir o seu sistema de codificação para as mensagens de voz. O mensageiro conta atualmente com mais de 1 bilhão de usuário em todo o mundo. A intenção, através da criptografia de mensagens de voz, é aumentar ainda mais a segurança do aplicativo.

O The Guardian cita que em questão de semanas o WhatsApp contará com o sistema de codificação das mensagens de voz, bem como as de grupos. Após ter pedido de violação de dados do iPhone, empresas de tecnologia buscam meiorspara reforçar a segurança de seus produtos. Leia também: Microsoft Edge agora suporta WhatsApp Web Informações ainda dão conta que aplicarivoFacebook também está avaliando a possibilidade de reforçar os seus métodos de segurança em relação às mensagens trocadas dentro da rede social e ainda através do aplicativo Messenger.

Além disso, Google e Snapchat também pensam em adotar medidas mais contundentes. Tais empresas, conjuntamente com o Twitter, ainda não reforçaram os seus sistemas de codificação de segurança, por considerarem de difícil utilização. Porém, mesmo assim, elas pretendem melhorar na criptografia dos seus produtos. As companhias estão em busca de novas atualizações de segurança após o FBI solicitar à Apple um software capaz de permitir que instituições de segurança e órgãos governamentais norte-americano acesso às mensagens e informações do iPhone. No entanto, a Apple negou-se ao pedido, alegando que isso violaria a privacidade e liberdade de seus usuários.

Informações ainda dão conta que o Facebook também está avaliando a possibilidade de reforçar os seus métodos de segurança em relação às mensagens trocadas dentro da rede social e ainda através do aplicativo Messenger. Além disso, Google e Snapchat também pensam em adotar medidas mais contundentes.

Tais empresas, conjuntamente com o Twitter, ainda não reforçaram os seus sistemas de codificação de segurança, por considerarem de difícil utilização. Porém, mesmo assim, elas pretendem melhorar na criptografia dos seus produtos.

As companhias estão em busca de novas atualizações de segurança após o FBI solicitar à Apple um software capaz de permitir que instituições de segurança e órgãos governamentais norte-americano acesso às mensagens e informações do iPhone. No entanto, a Apple negou-se ao pedido, alegando que isso violaria a privacidade e liberdade de seus usuários.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Oficina da Net

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: