Dicas para proteger seu dinheiro na Internet

computador-cartaoQuanto mais pessoas usam cartões de crédito, maior o número de criminosos atrás de suas credenciais de login. Fraude online é um tipo de crime até fácil de ser cometido, já que o criminoso não precisa estar em boa forma física, ser altamente sociável ou mesmo possuir grande experiência em programação. Deitados no sofá liberando sites de phishing e aplicativos com Trojans, cibercriminosos esperam até que as pessoas levem o dinheiro até eles.

Contudo, se todo mundo conhecer e seguir as regras de cibersegurança, o cibercrime se tornaria pouco lucrativo e os criminosos da Internet teriam de mudar de especialidade, tornando-se programadores honestos, administradores de sistema e designers…

Sim, soa utópico, mas pelo menos podemos tentar. Vamos dar o primeiro passo e aprender como usar serviços financeiros de maneira segura.

1. O modo mais fácil de descobrir a senha de um usuário não é roubando-a com malwares. Mas sim, enganá-lo de modo a entregá-la sem saber. Essa abordagem é chamada de phishing, e infelizmente, ela tem sido altamente empregada desde que a Internet tornou-se disponível em larga escala.

É por isso que você não deve contar sua senha ou código de segurança para ninguém, bem como credenciais de login do seu banco online. Não acredite em nenhum e-mail do banco que peça informações – são falsos.

2. Antes de acessar sua conta, e fornecer suas credenciais de login do banco, tenha certeza que não está usando um site falso com conexão desprotegida. A URL de um site falso pode estar escrita incorretamente ou incluir um símbolo adicional, como bankoffamerica.com no lugar de bankofamerica.com

Você pode distinguir conexões protegidas (ou criptografas), observando dois sinais: símbolo de cadeado, mostrado antes da barra de endereço e https:// (com a letra “s”, não simplesmente HTTP) no começo da URL do site.

3. Sempre desconecte de serviços financeiros antes de fechar uma aba ou clicar no botão “voltar”. Se puder, nunca faça operações financeiras em Wi-Fi público de cafés, hotéis e restaurantes.

4. Para melhorar a segurança, você deve usar cartões diferentes: um com limite pequeno -para usar na Internet – e outro para manter suas economias. Tanto o cartão físico quanto o virtual podem ser usados para transações online, mas os virtuais são geralmente mais baratos. Você também pode usar PayPal ou qualquer outro serviço financeiro.

5. Você deve usar senhas fortes e únicas, além de um método de autenticação com dois fatores para proteger suas informações financeiras. Na verdade, não é difícil lembrar de várias combinações confiáveis. Mas se você não aguenta mais senhas, experimente um bom gerenciador.

6. Infelizmente, não existem soluções absolutas, e até SMSs com códigos secretos não são exceção. Existem Trojans que se disfarçam de aplicativos úteis e interceptam mensagens de bancos. Ninguém está protegido contra eles, mesmo usuários que baixam aplicativos somente da App Store e da Play Store. E é por isso que é tão importante instalar uma solução de segurança confiável em seu smartphone, ou tablet quanto no seu notebook e PC.

7. Você já ouviu falar de key loggers? São malwares similares aos descritos no parágrafo anterior, mas key loggers infectam Windows e Mac, não sistemas de celulares. É difícil encontrar key loggers, pois na maioria das vezes esses Trojans agem de maneira imperceptível, gravando silenciosamente cada tecla digitada no dispositivo.

Você pode se proteger de key logger com o auxílio de teclados virtuais. Aqui a Microsoft explica como usar essa função no Windows. Para ativar o teclado virtual no Sistema operacional X, você precisa ir em Opções do Sistema —> Símbolo Internacional —> Menu de entrada —>Teclado Virtual e marque a opção “Mostrar menu de entrada na barra de menu”. Depois, você será capaz de acionar o teclado virtual utilizando o ícone em formato de bandeira próximo ao canto superior direito da barra de menu.

8. Trojans são diferentes: alguns deles espiam o que você digita, outros aprenderam a tirar fotos de sua tela. E é por isso que os fãs da opção “Mostrar senha” estão em perigo. A melhor forma de se proteger nesse circo de ameaças é sempre utilizar uma boa solução de segurança.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa matéria.

Fonte: Kaspersky blog

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: