Contas do iCloud viram alvo de sequestro

iphone_hackO pesquisador de segurança Thomas Reed da Malwarebytes alertou em um post no blog da empresa que golpistas podem estar sequestrando contas do iCloud e usando os recursos antirroubo desenvolvidos pela Apple para bloquear dispositivos, como iPhones e Macs. Para realizar o desbloqueio, o golpista exige uma quantia em dinheiro.

Reed contou o caso de uma vítima chamada Ericka que o procurou para obter auxílio com o problema. O invasor deixou a seguinte ameaça na tela do computador (em inglês ruim): “Todas as suas conversas de SMS+email, banco, arquivos do computador, contatos, fotos, eu publicarei + enviarei aos seus contatos”.

O mesmo recado foi enviado por e-mail para ela a partir do próprio endereço do iCloud dela.

Os recursos antirroubo têm por finalidade reduzir o interesse de ladrões, além de proteger os dados do usuário. Quando esses recursos são usados contra o usuário, porém, o estrago pode ser difícil de ser desfeito.

A tática ganhou exposição em 2012, quando o jornalista Mat Honan foi alvo de um ataque sofisticado que explorou uma diferença de políticas de segurança entre a Amazon e a Apple para acessar a conta de iCloud e destruir a vida digital dele. Honan teve auxílio da Apple para recuperar parte dos seus dados, mas Ericka não teve a mesma sorte, já que ela não tinha mais nenhum comprovante de compra do iMac adquirido há seis anos.

Reed argumenta que é compreensível não facilitar o desbloqueio de dispositivos que foram trancados pelas tecnologias antirroubo, mas que a mensagem de sequestro deixada pelo invasor deveria ser um sinal de que se tratava de um golpe.

O especialista recomenda o uso de uma senha forte para o iCloud e o uso da autenticação em dois fatores. A senha usada também deve ser exclusiva para o serviço. A Apple introduziu no ano passado um novo sistema mais agressivo de autenticação de dois fatores que precisa ser ativado e ajuda a evitar o roubo da conta do iCloud.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: G1

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: