TVs inteligentes: novo alvo para os crackers

smart-tvUma pesquisa da Symantec revela que as TVs inteligentes podem ser o próximo grande alvo de cibercriminosos do mundo todo, por conta da recente popularização do dispositivo. Ao invadir o televisor, é possível acessar dados pessoais, hospedar botnets e até assumir o controle da TV, exigindo uma espécie de resgate para sua liberação.

De acordo com especialistas da companhia, a principal ameaça é a instalação de malware. O usuário pode infectar a TV manualmente, pela porta USB da televisão, o acidentalmente, ao baixar um app da loja de aplicativos oficial. Nesse caso, quando o usuário faz o download de um app, os criminosos poderiam interceptar a solicitação e redirecioná-la para outro servidor.

O invasor também pode acessar a TV explorando possíveis vulnerabilidades de software. A falta de atualizações também pode ser um problema. Mesmo que já tenham sido lançadas as correções correspondentes, o dispositivo poderia permanecer vulnerável, por rodar um sistema ultrapassado.

Confira algumas dicas para se proteger:

  • Ao comprar a TV, fique atento à política de privacidade da fabricante. Muitas empresas compartilham e vendem os dados do usuário a terceiros
  • Tenha cuidado ao instalar apps de fontes desconhecidas
  • Altere as configurações de privacidade e segurança de acordo com suas necessidades
  • Desative recursos não utilizados, como câmera ou microfone
  • Desative ou proteja o acesso remoto quando ele não for necessário
  • Use conexões com fio sempre que possível
  • Fique atento ao comprar TVs inteligentes usadas para garantir que elas não estão infectadas
  • Use métodos de criptografia forte

Instale as atualizações assim que elas estiverem disponíveis e, se possível, ative as atualizações automáticas

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Olhar Digital

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: