Cibercriminoso coloca à venda 167 milhões de senhas do Linkedin

linkedin-data-breach-hackUm cibercriminoso russo está tentando vender 167 milhões de credenciais roubadas do LinkedIn. Os dados roubados englobam e-mails e senhas, que estão sendo vendidas em um mercado na Deep Web chamado de The Real Deal, pelo valor de 5 bitcoins – ou cerca de US$ 2,2 mil.

Essa não é a primeira vez que o cibercriminoso age na rede social corporativa. Em 2012, o mesmo hacker obteve 6,5 milhões de credenciais e também tentou vendê-las no mercado negro da internet.
Com o apelido Peace, o cibercriminoso falou com o site Motherboard e confirmou que os logins são do mesmo vazamento de 2012.

A maioria das senhas, no entanto, está criptografada – embora ele afirme que 90% delas foram quebradas. “Verifiquei e realmente é algo legítimo”, garante Troy Hunt, criador do Have I been pwned?, ferramenta que permite ver quando seus dados são afetados por situações como esta.

Recomenda-se que usuários da plataforma troquem suas senhas o quanto antes. Adotar mecanismos de verificação em dois níveis também pode ser uma boa alternativa. Caso utilize o mesmo password em outras redes sociais, é desejável que realize alterações nessas outras contas.

Opinião do seu micro seguro: se você é usuário do Linedin, eu aconselho realizar a troca da senha com a maior brevidade possível.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Convergência Digital

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: