Facebook poderá oferecer opção de criptografar o messenger

Computer SecurityUsado por 900 milhões de pessoas, o aplicativo de mensagens instantâneas Messenger, do Facebook, pode estar prestes a se tornar mais seguro e privado. De acordo com o Guardian, a empresa está planejando trazer a opção de criptografia ponta-a-ponta ao aplicativo nos próximos meses.

Três pessoas cientes dos planos para o Messenger, confirmaram que, em breve, o app ganhará uma opção para criptografar as mensagens dos usuários. As mensagens criptografadas dificultam enormemente que seu conteúdo seja acessado ou lido por hackers ou quaisquer terceiros além do autor e do destinatário.

No entanto, segundo as fontes, o Facebook pretende deixar essa opção desligada por padrão no aplicativo. Isso porque a ativação dela faria com que alguns dos recursos dos aplicativos (como os “bots”) deixassem de funcionar, já que eles dependem da análise do conteúdo das mensagens. O aplicativo Allo, anunciado recentemente pelo Google, toma uma medida semelhante (e cai em problemas semelhantes).

Segurança ou funcionalidade?

Desde a briga da Apple com o FBI, a criptografia ponta-a-ponta se tornou um foco para as empresas de tecnologia. Ela permite que as empresas protejam a intimidade e o sigilo das comunicações de seus usuários, algo que os usuários valorizam bastante – ainda que isso faça com que as empresas às vezes tenham problemas com a lei, mesmo no Brasil.

Por outro lado, alguns dos recursos apreciados por usuários simplesmente não funcionam caso a criptografia ponta-a-ponta esteja ativada. O Google Assistant, do Allo, e os “bots” do Messenger, por exemplo, precisam conseguir entender o que o usuário escreveu para poder “conversar com ele. Isso exige que as mensagens passem pelos servidores da empresa para ser analisadas, algo incompativel com esse tipo de criptografia.

Interrogado pelo Guardian sobre o assunto, o Facebook não confirmou ou negou os rumores. A resposta da empresa foi a de que “não comenta sobre rumores ou especulação”. No entanto, é possível que em breve os usuários do aplicativo precisem escolher entre privacidade ou funcionalidades.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Olhar Digital

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: