iOS novamente vira alvo dos cibercriminosos

iphoneLembrando 2014 quando uma serie de indivíduos russos bloquearam remotamente alguns dispositivos iOS de usuários Australianos, e exigiram um resgate para desbloqueio de cerca de 100 USD.

Mais tarde, e ainda nesse ano, dois desses indivíduos foram presos, mas infelizmente este esquema de ataque está de volta. Desta vez, os usuários envolvidos são americanos. Ao que tudo parece, as contas iCloud envolvidas são cerca de 40 milhões, e os valores de resgate andam por volta dos 30-50 USD. Os resgates têm de ser pagos em 12h, caso contrário todo o conteúdo desses dispositivos será eliminado remotamente: essa é a ameaça.

Uma vez tendo acesso ao Apple ID, a partir daí será relativamente fácil eliminar o conteúdo dos dispositivos através do “Encontrar o meu iphone”, e depois colocá-lo em modo de “Perdido (Lost Mode)”. Depois será enviado através de uma mensagem para a tela do dispositivo, com o endereço de e-mail do cracker e com a informação de pagamento do resgate. Esta é o formato de funcionamento destes crimes.

Até ao momento ainda é desconhecido de que forma os crackers obtém acesso às contas iCloud. Na dúvida, o o melhor a fazer preventivamente é mesmo alterar a sua senha atual para uma outra que com maior grau de dificuldade para o caso de tentar ser descoberta.

A Apple inclusive já tem uma página de internet dedicada ao usuário que desconfia que a sua conta foi violada. Pode-se acessar a este endereço aqui https://support.apple.com/en-us/HT204145

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: tecnologia e TechnoBuffalo

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: