Navegador Maxthon captura dados de seus usuários

maxthonVocê já usou algum navegador alternativo aos mais populares como Chrome e Firefox? Há diversos browsers paralelos na rede, e o Maxthon, que é baseado em nuvem, oferece recursos bastante bacanas. Apesar disso, ele pode ser uma faca de dois gumes: analistas de segurança encontraram uma falha no navegador que permite o recolhimento e envio de dados dos usuários sem a devida autorização.

Os responsáveis pela descoberta foram investigadores das empresas Exatel e Fidelis Cybersecurity. Enquanto a primeira publicou seu relatório em um documento disponível para download, a segunda divulgou seus resultados na rede.

As equipes constataram que o recolhimento dos dados é feito pelo UEIP (User Experience Improvement Program) e o Maxthon acaba conseguindo os seguintes dados dos usuários: a versão de seu sistema operacional; a resolução de seu monitor; o tipo e a velocidade da CPU; a memória RAM existente; a localização do usuário; a página inicial do browser; o histórico de navegação do navegador; a lista de pesquisas feitas no Google, entre outras informações.

Após a divulgação desse estudo, a Maxthon decidiu se pronunciar em seu fórum virtual, explicando que recolhe do usuário apenas dados não sensíveis – quer dizer, aqueles que não são considerados dados pessoais com propensão a causar discriminação ou estigmatização do usuário. Mesmo com a declaração, não ficou claro se essa falha que permite o recolhimento dos dados é acidental ou se seria uma prática intencional por parte da companhia chinesa.

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: Canaltech e Softpedia

3 Responses to Navegador Maxthon captura dados de seus usuários

  1. Augusto says:

    Ah eu li a respeito disso no Próprio Maxthon e eu desmarquei isso quando instalei ele e pronto…
    Vá em Opções, Avançada e lá embaixo onde tem isso ai desmarque o quadradinho falando para não filiar-se:

    Filiar-se ao Programa de Aprimoramento de Experiência de Usuário

  2. Augusto says:

    Hoje em dia todos fazem isso, seria discriminar o Maxthon e não falar dos outros, o Goole Chrome é um que colhe todas as informações, hoje só confio mesmo assim desconfiando do IE 11 pra entrar em sites de Bancos… Já virou padrão o colher dados nossos, estamos sendo filmados pelas cameras nas ruas, chipados em tudo inclusive vem ai o RG com chip, só falta o implante no corpo do Chip de resto estamos que nem zumbis na mãos da elite mundial ou seja NOVA ORDEM MUNDIAL, descobrir quem são os carneiros (passivos), os lobos (aqueles com treinamento militar) para matar e aqueles que podem oferecer algum risco também para eliminar. Já se falam em buracos da terra toda ( escape de Metano pelo degelo polar ) e já vieram Cientistas a público falarem que sim o fim está próximo como é o caso daquela cientista que falou ( ta no You Tube) que com o escape do metano, haverá explosões em lagos, mares, podendo gerar terremotos de grande magnitude, maremotos… Então o governo precisa saber como dominar a massa.

    Ah Uso o Maxthon Browser e adoro ele, assim como Adoro o 360 Total Security e daí…. hoje não tem como ficar totalmente seguros é claro que eles querem dominar tudo… controlar e controlar….Só nos resta orar muito !!! A terra irá passar por uma grande mudança… logo logo…. leiam mais e se preparem….

    Vejam: http://thoth3126.com.br/cientistas-advertem-sobre-futuros-grandes-terremotos-e-erupcoes-vulcanicas/

    • Augusto says:

      No caso da Falha New Madrid (NMSZ), mostramos na GCSR que em cada um dos últimos quatro períodos de hibernações solares, um sismo catastrófico atingiu a região. Agora que um novo período de hibernação de atividade solar começou, devemos tomar precauções máximas dada a elevada probabilidade de que outro terremoto devastador em breve vai atingir a Falha New Madrid (NMSZ) novamente. A janela de oportunidade para o próximo grande terremoto na região é entre 2017 e 2038.

%d blogueiros gostam disto: