Novo Android irá bloquear o boot de dispositivos infectados por malware

android_nougatDesde que a versão KitKat foi lançada, o sistema operacional da Google realiza uma checagem de segurança durante o processo de boot para garantir a integridade de seu aparelho. No entanto, o software não fazia muito mais do que alertar sobre possíveis problemas — algo que a empresa deve mudar com o lançamento da atualização Nougat.

Em uma publicação em seu site oficial, a companhia explica que o sistema vai tomar medidas mais estritas durante a checagem de boot e, diante de problemas, pode acionar automaticamente um modo de uso limitado. Em casos mais extremos, o software pode simplesmente decidir que a melhor solução é impedir que seu aparelho seja ligado.

A decisão deve se mostrar um tanto controversa: para muitos, ela surge como algo positivo, já que vai evitar que um smartphone se torne um “parque de diversão” para vírus. No entanto, alguns consumidores menos atentos podem simplesmente considerar irritante ver que seus aparelhos não estão funcionando direito devido ao bloqueio de blocos de dados corrompidos.

Segundo a companhia, o sistema não deve afetar o funcionamento de produtos cujo bootloader está desbloqueado, o que significa que não haverá dificuldades adicionais em instalar ROMs modificadas. Outra medida de segurança tomada pela empresa está na indicação da fonte dos aplicativos instalados em seu smartphone, o que deve facilitar a detecção de softwares maliciosos.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Tecmundo

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: