Internautas tendem a clicar em links desconhecidos

cyber-securityUma pesquisa descobriu que mais de 50% dos usuários de internet podem cair em links maliciosos, seja endereço enviado por desconhecidos ou com títulos caça-cliques. Esse tipo de endereços podem, muitas vezes, terminar com a instalação de um malware ou risco de roubo de identidade.

O experimento, que consistiu de dois estudos, foi realizada por Friedrich-Alexander da Universidade de Nurnberg, na Alemanha. Os pesquisadores enviaram e-mails fraudulentos e mensagens no Facebook para 1.700 estudantes da mesma universidade sob um nome desconhecido. As mensagens tentavam atrair os destinatários, incitando-os a clicar no link fornecido, que conteria supostamente imagens deles em uma festa. No entanto, ao abrir o link, os destinatários foram recebidos por um aviso de acesso negado. Isso permitiu aos pesquisadores registrar as taxas de clique.

Segundo visto, 56 % dos destinatários dos e-mails abriram o link e 38% dos usuários do Facebook também. A mensagem continha apenas o nome do internauta como forma de atração para as supostas fotos de uma festa. A segunda versão do experimento, em que a mensagem não continha o nome do internauta, resultou em uma taxa menor. Apenas 20% dos destinatários ficaram curiosos e abriram o link e, no Facebook, 42%.

Os pesquisadores enviaram um questionário a todos os indivíduos do teste para avaliação da experiência. Os usuários também não souberam explicar porque clicaram em links tão suspeitos, alegaram que a curiosidade falou mais alto.

A Nokia faz estudos semestrais sobre as ameaças que existem nos smartphones em funcionamento ao redor do mundo. O relatório mais novo revela que dobrou a porcentagem de dispositivos afetados por ao menos um código malicioso, podendo ser malware, ransomware, trojan, adware agressivo, software espião, entre outros. Entre janeiro e junho de 2016, uma média de 0,49% dos celulares inteligentes no mundo tiveram algum desses programas instalados. Ainda segundo a Nokia, o Android é o sistema operacional mais visado para um ataque hacker.

Fonte: tudocelular

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: