Google abandona o uso de “cookies” de rastreamento. Saiba o que muda.

google-signO Google anunciou nos últimos dias algumas atualizações na maneira como acompanha e mede anúncios em suas plataformas. A primeira delas é o abandono dos cookies e o uso de dados de loging e dispositivos registrados para rastrear os usuários em diversos dispositivos, apps e sites.

A mudança tem a ver com o aumento do uso de bloqueadores de anúncios, que afetam a eficácia dos cookies. Além disso, o crescimento do Facebook e de sua rede de publicidade, já que a empresa oferece uma audiência personalizada, fez com que a rede social se tornasse uma importante concorrente na busca por anunciantes. O Google percebeu que os usuários usam suas contas para acessar diferentes serviços e dispositivos, como smartphones, TVs e outros dispositivos. Com a novidade, a empresa espera oferecer uma publicidade mais segmentada e, consequentemente, eficaz.

A segunda alteração é a expansão do Brand Lift, um produto lançado em 2011, para cobrir também a TV. A ideia é ajudar os anunciantes a saber onde e por quem estão sendo vistos. O Google diz que, inicialmente, o recurso vai funcionar apenas nos EUA, mas será estendido globalmente “em breve”.

A terceira mudança é a exibição de publicidade no Google Maps com base em onde o usuário se encontra e em seus interesses. Quando o anúncio é exibido, os usuários vão receber informações sobre a localização da empresa, mapas e informações de contato. O Google conseguirá saber, por exemplo, se a propaganda fez efeito e o usuário foi até o local ou visitou o site da empresa.

Fonte: Olhar Digital

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: