Não pague pelo resgate exigido pelos Ransomwares

no-no-ransomPagar o resgate exigido por um ransomware não assegura o retorno de seus arquivos de forma íntegra e segura. Pense nisso por um minuto: essas pessoas são criminosas que já o enganaram, infectaram seu computador com um malware e roubaram seus arquivos.
Quais são as chances de que cumprirão sua palavra depois de já terem o pagamento?

Sendo pessimista? Talvez, mas pesquisas recentes confirmam a ideia. Uma em cada três vítimas paga o resgate.
Mas apenas 20% das pessoas que pagaram recuperaram seus arquivos.

Andrei Mochola, diretor de negócios da Kaspersky Lab, comentou: “Alertamos que todas as vítimas de ransomware, seja uma grande organização ou usuários individuais, não paguem o resgate pedido por criminosos. Se você o fizer, você estará patrocinando o “negócio” dos cibercriminosos. E, como nosso estudo mostra, não existe garantia de que pagar o resgate trará seus arquivos de volta.”

Eis o que você deve fazer para proteger seus arquivos de ransomwares e recuperá-los caso já esteja infectado.

  • Faça backups de seus dados preciosos regularmente.
  • Use uma solução de segurança confiável. Não tem de ser necessariamente um produto da Kaspersky Lab, mas modéstia à parte, podemos assegurar que somos bons nisso.
  • Caso você esteja usando uma de nossas soluções de segurança, tenha certeza de nunca desativar o System Watcher. Essa função de segurança proativa é de grande ajuda no que diz respeito à proteção das mais novas espécies de malware, sendo especialmente efetiva contra ransomware.

Caso você seja um dos azarados que estão entre as vítimas de um criptor, não entre em pânico. Pode a partir de um sistema não infectado dar uma olhada no site no No More Ransom; onde podem ser encontradas ferramentas de desbloqueio capaz de recuperar seus arquivos, e sem ter de pagar nada por isso.

Fonte: Kaspersky blog

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: