Jogos para smartphones podem conter ameaças

smartphone_threatsNão é novidade que hackers utilizam inúmeras formas de atacar os dispositivos móveis. A questão é que as ameaças estão e chegando também ao meio físico. Os criminosos criam falsos aplicativos clonando alguns dos games famosos para smartphones com o intuito de roubar dados de usuários, e alguns deles podem ter acesso a mensagens, ligações, endereços, fotografias salvas no aparelho e ferramentas de interação online. Isso possibilita que os bandidos ludibriem crianças, por exemplo, marcando encontros em pontos da cidade para cometer algum crime físico.

Segundo um estudo realizado pelo McAfee, no ano de 2014 o jogo Flappy Bird foi bastante copiado após ser tirado do ar, sendo que a maioria (80%) dos apps falsos possuía algum tipo de malware. Recentemente, existiram casos de clonagem do Pokémon Go enquanto o jogo ainda não havia sido lançado no Brasil. A preocupação é grande, pois alguns dos games clonados oferecem créditos e benefícios que podem ser adquiridos com dinheiro real.

Nesse sentido, o perigo é maior, já que o hacker pode chantagear os jogadores — há casos em que usuários enviaram fotos íntimas aos malfeitores em troca de itens e moedas do game. Dentro dessas plataformas, há ferramentas que permitem o envio de anexos, abrindo a possibilidade de receber conteúdo infeccioso via chat. A Intel Security listou uma série de precauções para evitar esses ataques.

  • Não faça o download de apps fora das lojas oficiais
  • Cuidado com o phishing (aplicativos, mensagens e emails falsos com o intuito de roubar os dados dos usuários)
  • Evite fazer compras ou colocar dados bancários em jogos online, pois eles podem ser clonados se o seu celular ou o app estiverem infectados
  • Oriente as crianças para não se relacionarem com estranhos na internet e alerte as mesmas sobre os criminosos
  • Sempre use pseudônimos em chats e jogos online, não fornecendo suas informações para as pessoas
  • Cuidado com os links e arquivos que você recebe nas conversas
  • Crie senhas fortes e únicas nos aplicativos, use códigos diferentes para outras plataformas e nunca as compartilhe
  • Instale um antivírus ou programa de proteção em seus dispositivos e o mantenha sempre atualizado.
Fonte: Tecmundo

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: