Os seis tipos mais amedrontadores de Ransomwawre

Nenhuma outra ameaça online é tão assustadora quanto o ransomware. Apesar de existirem diversos tipos de ransomware, em geral todos eles bloqueiam os arquivos de um computador e os mantêm com reféns até o resgate ser pago.

Somente no primeiro semestre de 2016, houve um aumento de 172 por cento no número de novas famílias de ransomware. Segue listado a seguir algumas das ameaças de ransomware mais amedrontadoras com as quais você deve tomar muito cuidado.

Jigsawjigsaw

Inspirado na série de filmes ‘Jogos Mortais’, Billy saúda os usuários infectados com um aviso – pague ou lide com as consequências. Os criminosos por trás destes ataques deletam os arquivos pouco a pouco até que o resgate seja pago.

Cerbercerber

ATENÇÃO ATENÇÃO: SEUS DOCUMENTOS, FOTOS E OUTROS ARQUIVOS FORAM CRIPTOGRAFADOS. Embora existam diversas variações do Cerber, a versão original é a mais assustadora – conversando com suas vítimas para alertá-los da infecção.

Micropmicrop

Este ransomware insulta as vítimas, colocando a culpa nelas , e presume que elas sabem como realizar o pagamento. Além disso, a pessoa mascarada é suficiente para assustar – assim como o valor do resgate, de quase US$ 29 mil dólares.

Crysiscrysis

Esta família de ransomware consegue criptografar 185 tipos de arquivo e deletar os backups, fazendo com que as vítimas só consigam recuperar seus arquivos se pagarem o resgate. Este ransomware usa protocolos remotos do computador para vasculhar os sistemas, escalar privilégios e criptografar os arquivos mais valiosos para garantir que as empresas paguem o resgate.

CryLockercrylocker

Com um nome que combina com sua identidade, o CryLocker brinca com as emoções das vítimas, mudando as extensões dos arquivos criptografados para .CRY e encoraja as pessoas a comprar sua felicidade em vez de chorar pelo leite derramado.

Stampadostampado

Este pop-up parece bastante inofensivo até que você leia o recado. A cada seis horas um arquivo aleatório é excluído permanentemente e depois de 96 horas a chave de decodificação desaparece para sempre. Esses bandidos querem fazer que as vítimas paguem rapidamente.

Soluções e Mitigação

Fazer o backup dos arquivos ainda é a solução mais viável e completa para se proteger contra ransomwares. Lembre-se da regra 3-2-1: 3 cópias armazenadas em dois dispositivos diferentes e outra em um local seguro.

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Trend Micro blog

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: