Mais de 100 apps estavam contaminados na Google Play

apps_infectadosA Palo Alto Networks anunciou, via post em blog, que descobriu 132 aplicativos na Google Play que estavam infectados com “iFrames pequenos e escondidos”. Segundo a companhia, eles linkavam para um domínio malicioso em páginas HTML — e, infelizmente, o aplicativo mais popular já tinha mais de 10 mil downloads realizados em smartphones.

Sobre os desenvolvedores dos 132 apps, a Palo Alto comentou o seguinte: “Nossa investigação indica que os desenvolvedores desses apps não são culpados, na verdade, eles devem ser vítimas.

Acreditamos que alguma plataforma de desenvolvimento de apps foi infectada com malwares que buscam por páginas HTML e injetam conteúdo malicioso no final das páginas HTML que encontra”.

De acordo com a empresa de segurança, o pessoal da Google Security Team foi notificado e todos os aplicativos com conteúdo malicioso já foram retirados da Google Play.

Mais sobre o malware

O “interessante” dessa história é que o apps infectados na Google Play, na verdade, tinham o malware desenvolvido para atacar computadores Windows. Ainda, que os iFrames linkavam para domínios poloneses que foram derrubados pelas autoridades em 2013 — isso serviria como prova de que a culpa não era dos desenvolvedores.

A questão aqui, contudo, é mais perturbadora: será que o processo que busca por malware nos apps da Google Play está funcionando como deveria? Veja, nesses 132 apps, todos passaram e não receberam “flags” indicando vírus pelo sistema. Será que a Google Play possui mais apps infectados? Uma pergunta que fica no ar…

Fonte: Tecmundo

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: