Brincando com fogo

O ransomware é uma forma de golpe virtual que não para de crescer, mas todos operam de forma parecida: seus dados são “sequestrados” (normalmente protegidos por criptografia) pelo invasor e só há a devolução mediante pagamento em dinheiro. Só que uma nova e criativa forma de resgate foi descoberta por aí — e não duvide se ela virar moda.

Ele se chama rensenware, uma mistura do nome original do golpe com a palavra “rensen”, que em japonês significa “séries de batalhas”. Em vez do dinheiro, tudo o que precisa fazer é atingit 200 milhões de pontos no nível “Lunatic” no jogo TH12 ~ Undefined Fantastic Object.

Parece moleza? Então confira o gameplay abaixo e veja como desembolsar alguns dólares talvez seja menos doloroso. O aviso ainda diz que, se você tentar trapacear no game ou fingir que conseguiu a pontuação, terá que sofrer consequências terríveis.

 

Calma, é só uma brincadeira!

Na verdade, esse ransomware não é fruto de um grupo hacker criminoso ou algo do tipo. O criador atende pelo apelido de Tvple Eraser e criou o programa como uma brincadeira.

No fim das contas, isso não passa de uma piada com a comunidade Touhou Project Series, franquia da qual TH12 faz parte. Ele então disponibilizou o código da brincadeira para que fosse possível “infectar” outras pessoas. Em seguida, ele mesmo soltou uma ferramenta capaz de manipular a pontuação e permitir a liberação de dados sem a necessidade de bater o recorde impossível (mas ainda pedindo o jogo instalado).

Só que o jogo pode virar

Eraser pediu desculpas e disse que a intenção dele nunca foi disseminar um programa com más intenções — e é bem possível que isso seja verdade. Ele nunca tentou enganar pessoas e deixava bem claro o tom bem humorado da ferramenta.

Só que, ao distribuir isso pela internet, ele está dando uma arma poderosa que pode cair na mãos de gente mal intencionada. Quem duvida que essa ideia de fazer um jogo impossível como ransomware (ou até modificar um pouco o código original para impedir o uso do “antídoto”) pode não virar moda daqui para frente? O rapaz pode ter criado sem querer uma nova e ainda mais irritante forma de um ataque que já dá muita dor de cabeça a vítimas e especialistas em segurança do jeito que existe hoje.

Fonte: Tecmundo 

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: