Cuidado com os sorteios no Facebook

Não faz muito tempo, o Facebook estava inundado de posts que alegavam que uma companhia aérea, devido ao seu “aniversário”, estaria presenteando os usuários com duas passagens. Como requisito para participar da promoção, os interessados deveriam compartilhar o site que fingia dar os prêmios.

Como sempre, as pessoas enlouquecem com a perspectiva de algo gratuito e a cada acesso ao Facebook, uma enxurrada dessas publicações aparecia em nossas timelines. Claro, na verdade não existia nenhuma passagem gratuita e as empresas não tinham nada a ver com a história. Vejamos o que aconteceu.

Como veio a se descobrir, os links nas publicações levaram a sites como deltagiveaway.com, emiratesnow.us, aeroflot-com.us, e similares, dependendo da companhia aérea que supostamente estava oferecendo as passagens. Os posts mencionavam empresas diferentes, e todo mundo parecia fazer aniversário no mesmo período– uma grande coincidência.
Em uma primeira análise, os links pareciam verdadeiros: afinal, tinham o nome da companhia aérea. Mais tarde, talvez surgisse a dúvida, mas quem tem tempo para verificar quando se tem passagens gratuitas em jogo, que podem acabar nas mãos de outra pessoa?

Cada site possuía uma pesquisa simples com três perguntas: se já tinha viajado pela companhia, o que você mais gosta na empresa, e se ficou satisfeito com a qualidade do serviço. Depois das perguntas, os usuários eram avisados que os bilhetes não estavam longe. Só era preciso compartilhar o link em uma mídia social, agradecer a empresa e clicar no botão “Curtir”.

Esse último passo levava a diversos resultados indesejáveis. Por exemplo, o usuário poderia terminar em um site que exigisse seu número de celular. Se ao chegar nesse ponto, ele fornecesse seu número, era inscrito em um serviço pago com taxas diárias. Além disso, se o site fosse acessado de um dispositivo móvel, o registro não precisaria de confirmação, deixando a vítima ainda mais sem saída. Depois disso, vinha a notícia que a promoção era falsa.
Os golpes variavam conforme o país. Por exemplo, um usuário poderia ser redirecionado não para uma página com registro, mas para um site com propagandas; meras tentativas de aumentar o tráfego. Alguém também poderia se deparar com sugestões de apps (sem qualquer relação com a companhia aérea). O link ainda poderia levar para outros domínios maliciosos. Em nenhum desses casos, as passagens aéreas eram verdadeiras.

Apesar do esquema parecer óbvio, mostrou-se bastante efetivo: milhares de pessoas compartilharam os links em suas páginas. Foram fisgados ou por se inscreverem em serviços pagos ou baixando aplicativos. O que eles instalaram no fim das contas? Entre outras coisas, extensões maliciosas de navegadores com permissões para ler todos os dados de navegação – o que inclui logins, senhas e números de cartão crédito.

Dessa forma, usuários se tornaram ferramentas de transmissão de malware para golpes de registro pago ou malware nas mídias sociais de seus amigos, tudo por conta da esperança de concorrer à promoção. Ninguém ganhou passagem nenhuma, o número de vítimas aumentou e muito. A comoção ainda continua, provavelmente esse não foi o último caso desses golpes prometendo algo de graça. Como você pode evitar ser enganado dessa forma– e levar seus amigos com você?

  1. Lembre-se que 99% das coisas de graça não existem. Há exceções, nas quais preços razoáveis acompanham quantidades razoáveis. Mas se oferecem algo luxuoso do nada, não há razão para acreditar. A única forma de sair ganhando é não participar.
  2. Dê bastante atenção a URLs de qualquer site no qual é requerida inserção de dados pessoais. É de fato um que você pretende dar acesso à suas informações, ou é um de phishing? Para aprender mais a respeito de como reconhecer esse tipo de golpe e proteger-se, leia esse artigo.
  3. Não compartilhe indiscriminadamente. Tenha em mente as regras de ouro da responsabilidade nas mídias sociais – seus amigos agradecem.

Instale uma solução de segurança confiável em todos os seus dispositivos. Boa proteção o protegerá da instalação de extensões maliciosas em seu computador e avisará quando você for parar em uma página de phishing.

Fonte: Kaspersky blog

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: