Como proteger seu PC da falha de processadores da Intel

Duas falhas sérias de CPU reveladas nesta semana podem ter sérias ramificações para os usuários de PCs. As vulnerabilidades Meltdown e Spectre permitem que invasores acessem informações protegidas na memória kernel do seu computador, revelando potencialmente detalhes sensíveis como senhas, chaves criptográficas, fotos pessoais, e-mails e qualquer outra coisa armazenada na máquina. É uma falha realmente séria. Felizmente, as fabricantes de CPUs e sistemas liberaram patches de segurança rapidamente, e você pode proteger o seu PC das vulnerabilidades até certo ponto.

No entanto, não é algo rápido e simples. Elas são duas falhas muito diferentes que tocam em todas as partes do seu sistema, desde o hardware até o software e o sistema operacional em si.

Cortamos os termos técnicos para explicar o que você precisa saber em uma linguagem clara e simples. Também criamos uma visão geral sobre como a Spectre pode afetar smartphones e tablets. Mas o guia que você está lendo é focado apenas em proteger seu computador contra as falhas em questão.

Como proteger seu PC

Veja abaixo uma check-list passo a passo, seguida pelo processo completo de cada um.

-Atualize seu sistema operacional

-Verifique por atualizações de firmware

-Atualize seu navegador

-Mantenha seu antivírus ativo.

Primeiro e mais importante de tudo: atualize o seu sistema agora

A falha mais severa, a Meltdown, afeta “efetivamente todo processador Intel desde 1995”, segundo os pesquisadores de segurança do Google que descobriram o problema. É uma falha com o hardware em si, mas as principais fabricantes de sistemas liberaram atualizações que protegem o sistema contra a Meltdown.

A Microsoft soltou um patch de emergência para o Windows em 3 de janeiro. Caso não tenha atualizado seu PC automaticamente, vá em Iniciar > Configurações > Update e Segurança > Windows Update, e então clique no botão Verificar Agora (Check Now) em Update Status. O sistema deve detectar a atualização disponível e iniciar o download. Instale o update assim que terminar de baixá-lo.

Caso não o encontre por qualquer razão, você pode baixar o patch Windows 10 KB4056892 diretamente por aqui. Você precisará saber se fica com a versão 32-bit (x86) ou 64-bit (x64) do Windows – para isso, apenas digite “sistema” (ou “system”) na busca do Windows e clique no primeiro item da lista, que te levará para uma janela do Painel de Controle. A listagem “Tipo de sistema” te dirá qual versão do Windows você está rodando. A maioria dos PCs lançados na última década rodam um sistema 64-bit.

A Apple incluiu sem alarde proteções contra o Meltdown no macOS High Sierra 13.10.2, lançado em dezembro. Caso seu Mac não aplique os updates automaticamente, vá até a aba Update da App Store para fazer a atualização.

Os Chromebooks deveriam ser atualizados para o Chrome OS 63, lançado em dezembro. Ele traz mitigações contra as falhas de CPU. Os desenvolvedores Linux estão trabalhando em patches para o kernel. Também há patches disponíveis para o kernel Linux.

Agora a má notícia: os patches para sistemas podem deixar seu PC mais lento. Mas o quão mais lento é algo que varia muito, dependendo da sua CPU e da carga de trabalho que você está rodando. A Intel espera que o impacto seja razoavelmente pequeno para a maioria das aplicações padrão como games ou navegação na web. De qualquer forma, você ainda vai querer instalar os updates por questões de segurança.

Verifique atualizações de firmware

Como a falha Meltdown existe no nível de hardware, a Intel também liberando atualizações de firmware para os seus processadores. “Até o final da próxima semana, a Intel espera ter liberado updates para mais de 90% dos processadores lançados nos últimos cinco anos”, afirmou a fabricante em um comunicado publicado em 4 de janeiro.

A Intel também lançou uma ferramenta de detecção que pode te ajudar a determinar se você precisa de uma atualização de firmware.

Realmente conseguir essas atualizações de firmware pode ser um pouco complicado, já que os updates de firmware não são publicados diretamente pela Intel. Em vez disso, você precisará pegá-los com a companhia que produziu seu laptop, PC ou placa mãe – pense em empresas como HP, Dell, Gigabyte, etc. A página de suporte da Intel dedicada à vulnerabilidade inclui links para todos os seus parceiros, onde você pode encontrar qualquer update de firmware disponível e informações sobre o seu PC em particular. A maioria dos computadores e laptops pré-montados possuem um adesivo no exterior com mais detalhes.

Atualize seu navegador

Você também precisa se proteger contra a Spectre, que engana o software para acessar sua memória kernel protegida. Chips da Intel, AMD e ARM são vulneráveis à falha em algum grau. As aplicações de software precisam ser atualizada para você proteger contra a Spectre. Os principais navegadores web para PCs já liberaram updates como uma primeira linha de defesa contra sites maliciosos que buscam explorar a falha com Javascript.

A Microsoft atualizou o Edge e o Internet Explorer juntamente com o Windows 10. O Firefox 57, da Mozilla, também traz defesas contra o Spectre. O Chrome 63 traz a “Isolação de Site” (“Site Isolation”) como um recurso experimental opcional – você pode acioná-lo agora ao acessar chrome://flags/#enable-site-per-process na sua barra de navegação e então clicar em Habilitar (Enable) perto da opção “Strick Site Isolation”. O Chrome 64 terá mais proteções quando for lançado em 23 de janeiro.

Mantenha seu antivírus ativo

Por fim, essa diretriz mostra como é importante manter seu PC protegido. Os pesquisadores do Google que descobriram as falhas de CPU afirmam que o antivírus tradicional não conseguiria detectar um ataque Meltdown ou Spectre. Mas os invasores precisam poder injetar e rodar código malicioso no seu PC para se aproveitar dos exploits. Por isso, manter seu software de segurança instalado e vigilante ajuda a manter os hackers e malwares fora do seu computador. Além disso, “seu antivírus pode detectar malware que os ataques ao comparar binários depois que eles ficarem conhecidos”, aponta o Google.

Fonte: IDG Now!

3 Responses to Como proteger seu PC da falha de processadores da Intel

  1. José Pinheiro says:

    Caro amigo Victor,

    Não consegui fazer o download do driver da Intel que foi apontado como faltante pela ferramenta da Intel. Existe(m) outro(s) procedimentos(s)? O que fazer?

    • Victor Hugo says:

      Caro José Pinheiro,
      Recomendo que você proceda às atualizações já oferecidas pela Microsoft aqueles usuários de processadores Intel. Dessa forma você já estará protegido da falha de segurança que acometem os processadores da companhia.

      Obrigado pela sua participação!

    • Victor Hugo says:

      José Pinheiro,
      Importante nesse momento é buscar atualizar o seu navegador, seja ele Firefox ou Chrome, para as últimas versões disponíveis que também garantem proteção contra a falha de segurança dos processadores da Intel.

%d blogueiros gostam disto: