Vem aí: Google Chrome com nova interface de usuário

O Google introduziu nesta semana as primeiras mudanças em dois anos na interface de usuário (UI) do Chrome, com foco no formato das abas do navegador e em outros elementos no topo da janela.

Disponível na Canary, a versão mais crua do browser, e até então apenas no Windows, a interface renovada está escondida atrás de uma configuração experimental. Para visualizar a UI, os usuários precisam digitar chrome://flags na barra de endereços, então buscar pela opção UI Layout na página resultante de configurações opcionais. Feito isso, mude a configuração de Default para Refreshed e reinicie o navegador.

A mudança mais notável é nas abas, que dispensaram o visual em forma de trapézio por um estilo parecido com um retângulo com as bordas levemente arredondadas. A aba ativa também recebeu um leve ganho de brilho de um cinza bem claro para um branco padrão, fazendo com que a aba mais importante se destaque mais do que antes.

A barra de endereços do Chrome – também conhecida como Omnibox – também foi arredondada, substituindo a sua ponta esquerda mais plana por uma curva.

Apesar de as mudanças poderem parecer menores, os designers do Google determinaram as abas como cruciais para a interface de usuário do navegador.

“Os elementos chave quando você pensa sobre a nossa Core UI são as abas e os ícones”, escreveu o designer visual do Google, Sebastien Gabriel em um post de 2016 sobre a revisão anterior do browser. O especialista também afirmou na época que o redesenho de dois anos atrás tinha o objetivo de “suprir a lacuna entre nossa nova linguagem de design no mobile e os visuais mais antigos no desktop”, um processo que continuou com o tempo.

Outras alterações já implementadas incluem um separador vertical no canto direito dos ícones de extensões, seguido por uma imagem do usuário retirada de uma conta Google associada, presumindo que o usuário tenha feito login no Chrome.

Segundo o jornalista Ron Amadeo, do Ars Technica, que revelou o redesign de UI do Chrome nesta semana, mais mudanças foram reveladas em documentos internos do Google encontrados dentro do rastreador de bugs do Chromium (o Chromium é o projeto open-source, gerenciado pelos engenheiros do Google, que estabelece as bases para o Chrome.)

A Computerworld dos EUA encontrou esses documentos, mas eles estavam bloqueados para usuários não autorizados, o que sugere que os arquivos deveriam estar protegidos de olhos curiosos e foram retirados após Amadeo e outros os descobriram.

Não está claro quando esses novos elementos de UI expostos no Chrome Canary aparecerão na build estável do navegador do Google. O Canary está atualmente na versão 68, que só deve alcançar a qualidade de produção após o final de julho.

Fonte: IDGNow!

Deixa aqui o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: