Governos são o principal alvo dos ataques direcionados

AtaqueO Brasil está entre os quatro países mais afetados por ataques direcionados, atrás de Taiwan, Japão e Estados Unidos, segundo relatório ‘Virando a mesa do Cibercrime’, da Trend Micro. No total mundial, as instituições governamentais são as mais atacadas. No primeiro trimestre de 2014, elas representavam 76% das invasões, já no segundo, 81%. Também alcançaram números relevantes as indústrias de computadores, com 4%, além de Aeroespacial, Elétrica, Telecom e Militar, cada uma com 3%.

O Brasil permaneceu no quarto lugar entre os países mais afetados por malware bancário, com os mesmos 7% do primeiro trimestre. Nessa área, o Japão teve um aumento bem relevante, ultrapassando os Estados Unidos e alcançando o primeiro lugar, com 24%. No primeiro trimestre, as ameaças no País representavam 10% do total mundial.

O estudo também identifica que os ataques voltados para as instituições bancárias e financeiras se intensificaram, bem como para lojas do Varejo. As ações dos cibercriminosos expuseram mais de 10 milhões de registros pessoais até julho de 2014, o que indica a necessidade de que as organizações adotem uma abordagem mais estratégica de proteção de informações digitais.

Incidentes que afetaram informações pessoais dos consumidores no segundo trimestre também incluíram o roubo de dados tais como nomes, senhas, endereços de e-mail, endereços residenciais, números de telefone e data de nascimento. As violações de privacidade pessoal têm afetado as vendas e lucros das organizações, enquanto clientes ficam incapazes de acessar suas contas e lidam com interrupções de serviço.

Agradeço ao Davi, amigo e colaborador do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Convergência Digital