Microsoft e Baidu viram parceiros

A Microsoft e a Baidu anunciaram na terça-feira, 18/7, uma parceria para o desenvolvimento técnico de carros autônomos pelo mundo.

Pelo acordo, a Baidu utilizará alguns dos serviços da nuvem Microsoft Azure em sua plataforma aberta Apollo fora da China, sua terra natal.

Em seu comunicado para a imprensa sobre o assunto, a Microsoft diz que irá aplicar a sua Inteligência Artificial, aprendizado de máquinas e recursos de rede neural profunda nos dados da nuvem global.

“Os veículos atuais já possuem um nível impressionante de sofisticação quando se trata de sua capacidade de capturar dados. Ao aplicar na nuvem global nossa Inteligência Artificial (IA), aprendizado de máquina e recursos de rede neural profunda para esses dados, podemos acelerar o trabalho já feito para tornar os veículos autônomos mais seguros”, explica o vice-presidente corporativo da Microsoft, Kevin Dallas.

Vale notar que a Microsoft já fechou parcerias anteriores com fabricantes automobilísticas, como BMW, Ford, Toyota e Volvo.

Agradecemos ao Celso, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: IDG Now!

PSafe diz adeus ao Windows

psafePegando muita gente de surpresa, a PSafe divulgou que está descontinuando seu suporte ao PSafe Total Windows, seu pacote de proteção para computadores com a plataforma da Microsoft. De acordo com a empresa, a decisão veio por conta de seu sucesso no sistema Android e, por esse motivo, a companhia resolveu “focar seus recursos e esforços em produtos mobile”.

Em um anúncio emitido para seus usuários, a PSafe informou a seus usuários e ressaltou que o suporte ao Total Windows deixará de existir a partir de 18 de fevereiro e não existirão mais atualizações depois dessa data. “Por isso, embora você possa continuar utilizando o PSafe Total Windows, ressaltamos que o seu computador estará desprotegido contra as ameaças mais recentes e o uso contínuo será de seu próprio risco”, pontua o alerta.

A própria companhia aconselha, dessa forma, que seus usuários desinstalem o software e migrem para outras opções, direcionando quaisquer dúvidas para seu site de ajuda.

Fonte: Tecmundo

Windows Essentials 2012 deixará de existir em 2017

windows-live-essentials-2012A Microsoft confirmou através de uma notificação em seu site que o Windows Essentials 2012 será descontinuado em 10 de janeiro de 2017.

O pacote Windows Essentials 2012, que também já foi conhecido como Windows Live Essentials e Windows Live Installer, inclui aplicativos como o Galeria de Fotos, Mail, Movie Maker, Writer e outros.

Com o Galeria de Fotos você pode editar e publicar suas fotos em outros serviços, enquanto que com o aplicativo Writer você podia criar postagens de blog. Já com o aplicativo Mail você pode manter seus emails organizados online e offline.

Alguns aplicativos oferecidos por ele foram substituídos por outras alternativas. Usuários do Windows 10 podem utilizar os aplicativos Email e Fotos pré-instalados. Já o Messenger foi substituído pelo Skype e o Writer foi substituído pelo Open Live Writer.

Sobre o Movie Maker, rumores recentes indicam que a Microsoft está trabalhando em uma nova versão para Windows 10 baseada na Universal Windows Platform.

Fonte: Baboo

Google abandona o uso de “cookies” de rastreamento. Saiba o que muda.

google-signO Google anunciou nos últimos dias algumas atualizações na maneira como acompanha e mede anúncios em suas plataformas. A primeira delas é o abandono dos cookies e o uso de dados de loging e dispositivos registrados para rastrear os usuários em diversos dispositivos, apps e sites.

A mudança tem a ver com o aumento do uso de bloqueadores de anúncios, que afetam a eficácia dos cookies. Além disso, o crescimento do Facebook e de sua rede de publicidade, já que a empresa oferece uma audiência personalizada, fez com que a rede social se tornasse uma importante concorrente na busca por anunciantes. O Google percebeu que os usuários usam suas contas para acessar diferentes serviços e dispositivos, como smartphones, TVs e outros dispositivos. Com a novidade, a empresa espera oferecer uma publicidade mais segmentada e, consequentemente, eficaz.

A segunda alteração é a expansão do Brand Lift, um produto lançado em 2011, para cobrir também a TV. A ideia é ajudar os anunciantes a saber onde e por quem estão sendo vistos. O Google diz que, inicialmente, o recurso vai funcionar apenas nos EUA, mas será estendido globalmente “em breve”.

A terceira mudança é a exibição de publicidade no Google Maps com base em onde o usuário se encontra e em seus interesses. Quando o anúncio é exibido, os usuários vão receber informações sobre a localização da empresa, mapas e informações de contato. O Google conseguirá saber, por exemplo, se a propaganda fez efeito e o usuário foi até o local ou visitou o site da empresa.

Fonte: Olhar Digital

Google lança o Chrome 53

Chrome_53O Google disponibilizou para download nesta semana o navegador Google Chrome 53.0.2785.89 para Windows e outras plataformas.

O navegador inclui recursos como o suporte para navegação por guias (tabbed browsing), sincronização de configurações via conta do Google, suporte para extensões, corretor ortográfico integrado, suporte para apps disponíveis na Chrome Web Store, acesso rápido aos serviços do Google, como o YouTube e Gmail e outros.

De acordo com o anúncio no blog oficial, a versão 53.0.2785.89 corrige 33 falhas de segurança. Algumas das falhas corrigidas são de alto risco, por isso é recomendável que os usuários instalem a nova versão o mais rápido possível.

Os usuários do Windows sem o navegador instalado podem fazer o download do Google Chrome 32 bits aqui* e do Google Chrome 64 bits aqui*. Usuários de outras plataformas podem fazer o download aqui.

Os instaladores .msi, que podem ser gerenciados em ambientes corporativos, estão disponíveis aqui para Windows 32 e 64 bits.

Quem já tem o navegador instalado deve receber o Google Chrome 53.0.2785.89 automaticamente.

Fonte: Baboo

Adobe emite alerta: nova falha crítica no Flash

flash_shotA Adobe divulgou nesta semana um alerta sobre uma nova falha crítica no Flash Player que já está sendo explorada ativamente em ataques na Web.

O Flash Player está instalado atualmente em mais de 750 milhões de computadores e dispositivos móveis com acesso à internet e também é compatível com plataformas 64 bits.

Além de permitir a visualização de conteúdo multimídia, como vídeos, através do navegador, o plugin também permite a execução de aplicações Web (incluindo jogos).

Considerado como um software muito vulnerável, a situação atual do Flash Player é tão ruim que o chefe de segurança do Facebook pediu para que a Adobe acabe de vez com ele. Algumas versões do plugin também já são bloqueadas por padrão pelo navegador Firefox.

De acordo com o boletim de segurança publicado pela Adobe aqui, esta nova falha crítica no Flash Player (que é conhecida como CVE-2016-4171) afeta as versões 21.0.0.242 e anteriores para Windows, OS X, Linux e Chrome OS.

Se explorada com sucesso, esta vulnerabilidade pode permitir que o atacante tome o controle completo do sistema afetado.

A Adobe confirmou que disponibilizará uma correção para a falha no dia de hoje, 16 de junho.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Baboo

Malwarebytes irá corrigir vulnerabilidades

malwarebytesAtravés do projeto de pesquisa de segurança Project Zero da Google, foram identificadas várias vulnerabilidades de segurança no popular Malwarebytes, como informamos ontem neste post aqui do seu micro seguro.

Em Novembro do ano passado, um dos membros da equipe da empresa de Mountain View, Tavis Ormandy, alertou a empresa para a existência de problemas de segurança no programa. Contudo, até recentemente, algumas das vulnerabilidades ainda não haviam sido corrigidas, incluindo uma que permite a execução de código malicioso.

De acordo com a mesma notícia, o Malwarebytes já anunciou que está testando uma nova versão do seu programa que inclui correcções para essas vulnerabilidades de segurança e que a mesma será disponibilizada nas próximas semanas.

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: PC Guia e MaximumPC