Microsoft divulga solução para bug em atualização recente

A Microsoft distribuiu no último dia 17 sua mais nova versão do Windows 10, o Fall Creators Update, que, entre várias novidades, trouxe recursos para as realidades virtual e aumentada. A atualização, contudo, não deu certo para muitos usuários, que reclamam de instabilidade no sistema e desaparecimento de aplicativos e configurações. Para essas últimas reclamações, a companhia de Redmond publicou uma solução alternativa, enquanto não faz a correção via software.

Os problemas fazem como que apps como a calculadora fiquem inacessíveis. Não é possível encontrá-los nem mesmo via Menu Iniciar ou busca pela assistente digital Cortana. A irritação é ainda maior quando você tenta baixar esses utilitários via Windows Store, que confirma a presença dos programas na máquina — e a prova é que eles podem ser abertos por meio da loja digital.

Enquanto trabalha nos ajustes, a empresa recomenda que os usuários resetem ou desinstalem completamente os títulos afetados, para então instalá-los novamente. Contudo, o meio mais efetivo de tê-los de volta é registrando-os mais uma vez com o uso do framework PowerShell, com a seguintes instruções:

  • Digite PowerShell na busca via Cortana. Ao encontrá-lo, clique com o botão direito para rodar a aplicação como administrador
  • Na janela do PowerShell, digite os seguintes comandos, que podem demorar alguns minutos para funcionar:
  • reg delete “HKCU\Software\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion\TileDataModel\Migration\TileStore” /va /f
  • get-appxpackage -packageType bundle |% {add-appxpackage -register -disabledevelopmentmode ($_.installlocation + “\appxmetadata\appxbundlemanifest.xml”)}
  • $bundlefamilies = (get-appxpackage -packagetype Bundle).packagefamilyname
  • get-appxpackage -packagetype main |? {-not ($bundlefamilies -contains $_.packagefamilyname)} |% {add-appxpackage -register -disabledevelopmentmode ($_.installlocation + “\appxmanifest.xml”)}
  • Assim que você completar todos os comandos, os apps devem aparecer na lista de aplicativos, com a opção de serem fixados ao Menu Iniciar.

Vale destacar que a Microsoft não garante o retorno de todos os softwares perdidos e ainda não há data para o update para conserto definitivo desses bugs.

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Tecmundo

Windows 10 Fall Creators Update ao alcance de todos

É hora de atualizar o Windows 10 mais uma vez. Nesta terça-feira (17), a Microsoft lançou o aguardado Fall Creators Update, nova versão do sistema operacional que, como o nome já diz, foca suas novidades nos usuários criativos ou que utilizam a plataforma para criação de conteúdo. O grande destaque da edição é a chegada da “realidade mista”, misturando as categorias virtual e aumentada dessa tecnologia.

O suporte a headsets que fazem uso desse recurso fica disponível para todos os usuários que realizarem a atualização. Com isso, a empresa quer facilitar o uso desse tipo de dispositivo, aumentando a integração entre diferentes computadores e também facilitando o desenvolvimento e implementação. É possível, por exemplo, visualizar a realidade aumentada a partir de webcams comuns até utilizar recursos desse tipo em aparelhos de alta complexidade e valor.

Microsoft fortalece parcerias

Com o Fall Creators Update, a Microsoft também solidifica a parceria com nomes como Acer, Dell e HP, todas com lançamentos de headsets voltados especificamente para essa tecnologia. No Brasil, por exemplo, é lançado nesta semana o Lenovo Explorer, que custa R$ 2.499 e traz sensores embutidos nos próprios óculos, facilitando a instalação e uso sem a necessidade de componentes externos, que precisam ser espalhados pela sala.

A nova atualização do Windows 10 deposita boa parte de suas fichas no potencial gráfico e isso se traduz de diferentes maneiras. Chega a todos os usuários, por exemplo, o Paint 3D, permitindo que qualquer um crie objetos tridimensionais de forma simples, com importação e exportação para e a partir de softwares do pacote Office e capacidades de animação diretamente no aplicativo. Eles também podem ser transportados para o mundo real por meio dos sistemas de “realidade mista”.

Esse potencial de criação também aparece no aplicativo de Fotos, com a criação de colagens, apresentações e outros se tornando mais simples. Com alguns cliques, os usuários poderão transformar as memórias de uma viagem, por exemplo, em uma exibição complexa, com direito a transições, trilha sonora e, novamente, efeitos tridimensionais. Mais uma vez, a promessa é que fazer isso será simples e rápido.

Temos ainda as atualizações de visual, como parte do novo conceito de Fluent Design, da Microsoft. A partir da nova atualização, janelas passam a ter elementos transparentes e transições mais interessantes, de forma a não apenas gerar um resultado mais bonito, mas também facilitar a utilização e localização de itens no sistema operacional.

Nos jogos, também temos novidades. A Microsoft está adicionando novidades ao aplicativo do Mixer voltadas especificamente para quem assiste grandes transmissões de eSports, e realizando mudanças no Modo Jogo, incrementando ainda mais a otimização dos games de acordo com cada hardware e os recursos disponíveis.

Por fim, temos outras pequenas adições, como a possibilidade nativa de fazer anotações sobre qualquer arquivo PDF, melhorias no recurso de localização da caneta stylus vinculada ao computador e incrementos na tecnologia de sincronização de abas, trabalhos e outros entre diferentes dispositivos, por meio do Microsoft Edge e outros apps compatíveis. A Microsoft também melhorou algumas opções de acessibilidade e adicionou outras, como uma que permite a utilização do Windows 10 somente com o olhar.

Além das correções de bugs e melhorias de performance que sempre acompanham atualizações desse tipo, a Microsoft também deu atenção à segurança, incrementando o sistema de permissões. Agora, como nos smartphones, os usuários serão levados a darem, expressamente, a autorização para aplicativos que estiverem tentando acessar recursos como câmeras e microfone. Antes, essa anuência era dada de forma implícita, com a plataforma entendendo o download como tal.

O Fall Creators Update já está disponível, gratuitamente, para todos os usuários. A atualização pode ser feita diretamente pela internet, a partir do próprio assistente do sistema operacional. Opções que utilizam drives USB ou permitem a criação de mídia também estão disponíveis.

Agradecemos ao Augusto, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Canaltech

Atualização problemática do Windows 8.1

O Windows 8.1 definitivamente não foi a versão mais popular do sistema operacional da Microsoft. Isso fica bastante evidente se considerarmos o sucesso do Windows 7, que ainda equipa uma boa parcela dos PCs ao redor do globo – aproximadamente 48% de todos os computadores do mundo.

Porém, embora tenha apenas 6% dessa fatia de mercado, o Windows 8.1 vem dando uma dor de cabeça para a Microsoft. A partir da última atualização de setembro, boa parte dos usuários que ainda rodam essa versão do SO estão alegando que não conseguem mais logar em suas máquinas usando a conta Microsoft. A mensagem que eles recebem é: “Desculpe, não conseguimos nos conectar com os serviços da Microsoft no momento. Se o problema persistir, procure por ‘problemas de rede’ na tela inicial”.

Admitindo o erro

Em uma página de suporte no site da própria Microsoft, um dos colaboradores da empresa assume que o update de setembro foi o responsável por esse erro.

“Esse é um bug conhecido no Windows 8.1 depois da última atualização de setembro. Nossos engenheiros já estão trabalhando nisso e dando o melhor para resolver o problema o mais rápido possível para minimizar as inconveniências para nossos clientes. Vamos mantê-los atualizados por meio deste tópico assim que uma correção seja liberada”.

De acordo com alguns usuários, esse é um problema que já acontece desde o dia 13 de setembro. Como alternativa, é preciso entrar no sistema utilizando uma conta local, perdendo o acesso a alguns privilégios que a conta Microsoft garantia, como o download de aplicativos da loja.

Diante da situação, parece que a Microsoft não parece estar muito interessado em resolver o problema. Vale ressaltar que o Windows 8.1 vai receber suporte oficial até o dia 9 de janeiro de 2018. Será que a empresa está querendo adiantar essa data? Ou uma correção será realmente liberada em breve?

Fonte: Tecmundo

Atualização do Windows fundamental

A Microsoft liberou o “Patch Tuesday”, um pacote de correções de segurança semanal da companhia. Dessa vez, o patch corrige vulnerabilidades de dia zero que afetam sistemas operacionais Windows voltados para empresas, com lançamento em 2007.

Em um cenário de ataque remoto, um invasor poderia explorar essa vulnerabilidade executando um aplicativo especialmente criado para enviar tráfego mal-intencionado

De acordo com especialistas da Preempt, essas vulnerabilidades estão nos protocolos de segurança Windows NTLM. Como uma porta de entrada, elas permitem que cibercriminosos ataquem um computador ao criar uma nova conta de administrador. Dessa maneira, é possível receber todos os privilégios de administrador do sistema.

Caso não saiba, o NTLM (NT LAN Manager) é um protocolo de autenticação antigo, isso significa que as versões mais novas do Windows não são afetadas — mas isso não significa que você não precisa atualizar o seu computador com frequência. Vá até o Windows Update e realize os processos pendentes.

“Em um cenário de ataque remoto, um invasor poderia explorar essa vulnerabilidade executando um aplicativo especialmente criado para enviar tráfego mal-intencionado para um controlador de domínio. Um invasor que aproveitou com sucesso essa vulnerabilidade poderia executar processos em um contexto elevado”, explicou a Microsoft.

Fonte: Tecmundo

Vem aí: um Windows 10 repaginado

Nas últimas semanas a Microsoft aproveitou um momento durante as apresentações da Build 2017 para revelar a nova atualização do Windows 10. Intitulada Windows 10 Fall Creators Update, ela estará disponível para o público em algum momento no final deste ano.

“Criamos o Windows 10 para empoderar o criador que existe em todos nós. Estamos entusiasmados por nossos clientes poderem aproveitar os novos recursos do Windows 10 Fall Creators Update que irão proporcionar experiências inovadoras, um design moderno e unificado para experiências em vários dispositivos e um caminho mais fácil para os desenvolvedores criarem para o futuro da computação”, comentou Terry Myerson, vice-presidente executivo do grupo de dispositivos Windows da Microsoft.

E o que vem de novo por aí?

Uma das novidades anunciadas é o Microsoft Fluent Design System, que foi criado para oferecer aos usuários experiências e interações intuitivas, responsivas e inclusivas entre dispositivos. No caso dos desenvolvedores, será possível criar aplicativos mais expressivos e envolventes que funcionam em vários aparelhos.

Outra novidade anunciada na ocasião é o Microsoft Graph, ferramenta com vários recursos que ajuda a conectar pontos entre pessoas, conversas, projetos e conteúdo dentro da nuvem da Microsoft. Com o auxílio da Timeline, por exemplo, é possível voltar no tempo com uma linha que exibe o que você estava fazendo anteriormente, e a Cortana também marca presença aqui para ajudar a escolher onde parou em dispositivos Windows, iOS e Android.

Ainda dentro do Graph podemos encontrar a Área de Transferência, que oferece recursos para copiar e colar qualquer coisa entre dispositivos conectados (é possível passar algo do desktop para um telefone, por exemplo). Por fim, o OneDrive Files on Demand dá acesso a todos os arquivos na nuvem sem precisar baixá-los e, de quebra, poupando espaço do dispositivo.

Ainda no sentido de criação há o Windows Story Remix, considerado pela empresa de Bill Gates como “uma nova maneira de transformar suas fotos em vídeos”. Utilizando inteligência artificial, o sistema vai ser capaz de aprender maneiras de transformar suas fotos e vídeos em histórias, tendo aí a possibilidade de adicionar objetos 3D às suas criações.

Recursos para todos

Achou que o pacote apresentado estava bom o bastante? Pois a empresa de Bill Gates ainda tem mais, como a adição de aplicativos como o iTunes (que chega no final do ano) e a SAP Digital Boardroom (disponível ainda neste mês) à Windows Store, além de ferramentas como o .NET Standard 2.0 para UWP e XAML Standard para desenvolvedores.

Por fim, também houve a menção de que a Microsoft está trabalhando em conjunto com desenvolvedores para dar aos usuários a possibilidade de experimentar aquilo que a realidade mista tem a oferecer graças ao Windows Mixed Reality, além de revelar os primeiros controles de movimento que não exigem marcadores, oferecendo um rastreamento mais preciso e responsivo.

Fonte: Tecmundo

Os smartphones que receberão atualização para o novo Android

android-7-0-nougatO Google anunciou há alguns meses o nome e os recursos do Android 7.0 Nougat. Fora da linha Nexus, sempre a primeira a receber as atualizações do sistema, somente duas versões do Moto G já estão com essa nova edição do software: o Moto G4 e o Moto G4 Plus.

O Android Nougat tem mudanças que visam melhorar a usabilidade dos celulares, como um recurso que ajuda a economizar dados de internet móvel, o suporte ao uso de mais de um app ao mesmo tempo e um novo método de gestão de bateria.

Enquanto a Apple tem a liberdade de enviar as atualizações do iOS aos iPhones diretamente, o Android precisa seguir uma série de procedimentos por parte das fabricantes e operadoras de telefonia móvel. No entanto, as principais empresas de celulares anunciaram que trabalham para trazer o Android Nougat para mais produtos em breve. Saiba quais são eles seguir.

Sony

A Sony confirmou detalhadamente os modelos que irão receber o Android Nougat. A novidade, porém, chegará somente a smartphones intermediários e topo de linha. Veja a lista, obtida pelo site Redmond Pie:

  •  Xperia Z3+
  •  Xperia Z5
  •  Xperia Z5 Premium
  •  Xperia X
  •  Xperia XA
  •  Xperia XA Ultra

Os modelos Xperia X Performance, Z5 Compact e o tablet Z4 também serão atualizados para o novo Android. Todavia, eles não são vendidos oficialmente no Brasil.

Lenovo

A Lenovo manteve o posto de empresa que lança atualizações do Android com mais agilidade, ao desconsiderarmos o próprio Google, que detém a linha Nexus. O Moto G4 e o Moto G4 Plus já começaram a receber o Android Nougat.

Os modelos mais recentes da marca, Moto Z e Moto Z Play, também devem receber o update em breve. A data exata não foi anunciada.

Segundo o site Droid-Life, que entrevistou um porta-voz da Lenovo, estes são os smartphones da marca que receberão o Android Nougat:

  • Moto G4
  • Moto G4 Plus
  • Moto G4 Play
  • Moto X Style
  • Moto X Play
  • Moto X Force
  • Moto Z
  • Moto Z Play

LG e Samsung

A LG vai atualizar o Android do seu modelo topo de linha mais recente, chamado LG G5 SE no Brasil. Fora ele, o smartphone LG V20 deve chegar de fábrica com o Androud Nougat. A atualização ainda não tem data de lançamento prevista, e o mesmo vale para o novo celular da marca.

O site AndroidPit obteve a lista de smartphones da Samsung que receberão o update para o novo Android. Somente produtos topo de linha estão entre os que terão o Nougat. O site Android Authority estima que a atualização chegará entre janeiro e fevereiro de 2017. Veja a lista:

  • Galaxy S7
  • Galaxy Note 5
  • Galaxy S7 edge
  • Galaxy S6 edge
  • Galaxy S6
  • Galaxy S6 edge+

Os novos smartphones topo de linha de todas as fabricantes citadas já devem chegar com o Android Nougat em 2017.

Fonte: Exame

Ransomware se disfarça de atualização do Windows

fanton_ransonUma nova modalidade de ransomware parece estar tirando o sono de usuários mais incautos. O Fantom, descoberto pelos especialistas em segurança da AVG, se disfarça de uma atualização do Windows, com direito a telas de atualização e progresso semelhantes às da Microsoft, mas em vez de aplicar melhorias e correções no sistema operacional, criptografa e bloqueia completamente o acesso aos dados do próprio usuário.

Como sempre acontece, o “sequestro” como o nome indica, solicita dinheiro em troca da liberação. A tela de progresso da instalação, na verdade, indica o andamento do trancamento dos dados e, na sequência, o usuário é surpreendido com uma tela que contém o e-mail e as instruções para pagamento ao hacker responsável pelo ataque.

O funcionamento da negociação tem até mesmo uma dinâmica própria. Cada vítima tem sua própria chave de criptografia, que deve ser informada ao criminoso por e-mail. Na sequência, ele enviaria de volta uma chave que garantiria o desbloqueio de dois arquivos, para comprovar que ele possui a solução. Mediante o pagamento de um valor não mencionado, um software é enviado ao infectado para que a liberação do computador aconteça.

Táticas de medo, comuns em ransomwares, também são aplicadas aqui. O hacker afirma não ser capaz de armazenar as chaves de desbloqueio de todas as suas vítimas e, sendo assim, afirma que elas serão descartadas no período de sete dias a partir da infecção inicial. O responsável pelo golpe ainda deixa claro: não adianta tentar quebrar a criptografia por outros meios, já que isso pode apenas danificar ainda mais os dados. A única maneira de reaver o acesso é pagando o “resgate”.

A infecção ocorre por meio de um pop up, que pode ser exibido em sites infectados, ou por meio de sistemas de propaganda até mesmo em serviços legítimos. A comunicação, como sempre, envolve a necessidade do download de atualizações para corrigir falhas críticas ou problemas de segurança. O que acontece, entretanto, é sempre o oposto.

Além disso, nem mesmo existe qualquer garantia de que o pagamento vai efetivamente gerar a liberação dos dados. A vítima está totalmente nas mãos dos criminosos, por isso, o ideal, como sempre, é tomar ações preventivas. Tenha sempre softwares antivírus instalados e atualizados, bem como firewalls e outros sistemas de segurança ativos. Evite clicar em links enviados por e-mail, mensageiros e outros meios, bem como em ofertas que pareçam boas demais para serem verdade, ou alarmistas em demasia.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Canaltech