Hacker libera chave que descriptografa arquivos sequestrados pelo Petya

O ransomware Petya teve a chave que libera a encriptação de arquivos divulgada por Janus, hacker que desenvolveu o ransomware original. Segundo Janus, ele não teve relação com os últimos ataques — o malware foi “pirateado” por um autor desconhecido, de acordo com o hacker.

Petya e o NotPetya afetaram hospitais, empresas e instituições governamentais com Windows 7

Para refrescar a sua memória: o ransomware Petya e o NotPetya possuem uma diferença primordial. Ambos os malwares criptografam máquinas e pedem bitcoins para a liberação de arquivos. Contudo, o NotPetya apaga os arquivos após o pagamento. Por isso não se recomenda qualquer pagamento relacionado aos ransomwares.

Ainda, o Petya e o NotPetya afetaram hospitais, empresas e instituições governamentais com Windows 7. Mesmo assim, ele foi bem menor que o ransomware WannaCry, que afetou mais de 300 mil computadores em mais de 150 países, mirando versões Windows XP, Server 2003, Windows Vista e Windows 8.

Chave de liberação

O hacker Janus liberou a chave via Twitter. O arquivo para download traz uma encriptação protegida por senha:

Após colocar a senha, a seguinte chave é mostrada (38dd46801ce61883433048d6d8c6ab8be18654a2695b4723).

Não pague ransomware

Não pague ransomware: o mercado do crime virtual gera bilhões de dólares anualmente pelo mundo. Estamos falando de US$ 400 bilhões, segundo a Norton. Apenas no Brasil, em 2016, esse número foi US$ 32 bilhões. Exatamente por isso, podemos afirmar que o cibercrime é um mercado vivo.

Uma das ferramentas que puxa boa parte desse dinheiro é o ransomware, que invade a máquina da vítima, sequestra os arquivos via criptografia e exige uma quantia de dinheiro em bitcoin para liberação dos documentos, vídeos, fotos, senhas e tudo mais que há na máquina.

O que vale é a máxima da prevenção. Manter backups seguros de tudo que possui online, utilizar a nuvem para vários fins e ter, no mínimo, uma boa solução de segurança são alguns dos pontos. Porém, se você mesmo assim teve o seu computador infectado por ransomware, não pague bitcoins aos cibercriminosos e não alimente esse mercado.

Fonte: Tecmundo

Em breve a ativação do Windows 10 poderá ser feita com a licença do Windows 7/8/8.1

windows_10O Windows 10 é um sistema que ao que parece ainda não está finalizado! A Microsoft tem disponibilizado novas builds e essa semana disponibilizou o Windows 10 Insider Preview Build 10565 para testadores que inclui algumas novidades interessantes e também algumas melhorias.

Esta nova build torna possível ativar diretamente o Windows 10 com a chave do Windows 7/8.1!

A informação sobre as novidades da nova build do Windows 10 foram publicadas no blog da própria Microsoft por Gabe Aul. Como já foi dito. esta versão está ainda apenas disponível para testadores no círculo “Fast Ring”.

Principais novidades

Tab Preview no Microsoft Edge

Com esta nova versão do Windows 10 os usuários poderão pré-visualizar a página que está carregada numa determinada aba do navegador Edge. Há também novas funcionalidades ao nível da sincronização de favoritos.

Cortana

A assistente pessoal cortana passará a reconhecer notas escritas à mão.
Há também novas funcionalidades relativas ao tracking de eventos (locais, horários, etc). Por exemplo, uma opção curiosa que permite reservar um carro através do Uber…isto integrado sempre com a Cortana.

Melhorias nas barras de título

Com base no feedback dos testadores do Windows, a Microsoft fez algumas alterações ao nível das barras de titulo do janelas. As barras agora aparecem mais escuras, mas o utilizador pode ajustar a cor.

Melhorias nos menus de contexto

Com esta nova versão do Windows 10 a Microsoft procedeu também a alguns ajustes nos Menus de contexto do Menu Iniciar.

Novos ícones

A Microsoft revelou que os testadores do Windows adoram novos ícones e nesse sentido decidiu-lhes fazer a vontade. Há um novo pacote de novos ícones a eles disponibilizados.

Ativação do Sistema

A novidade de maior destaque é sem dúvida a possibilidade dos usuários poderem usar as licenças do Windows 7 e 8/8.1 para ativar diretamente o Windows 10.

Gestão da impressora por omissão

Por fim a Microsoft anunciou também uma nova funcionalidade que permite definir a última impressora usada como sendo a impressora padrão. Uma funcionalidade simples mas que pode ser extremamente útil para a maioria dos usuários.

Além das novidades há um conjunto de bugs corrigidos e outras melhorias no Windows ao nível da integração do Skype com o próprio sistema. Todas essas informações podem ser consultadas aqui.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: pplware