Saiba mais sobre o Microsoft Windows Defender Exploit Guard

A Microsoft publicou nesta semana no blog Security Research & Defense um novo post falando um pouco mais sobre o Windows Defender Exploit Guard no Windows 10 Fall Creators Update.

Windows Defender Exploit Guard no Windows 10 Fall Creators Update

Em novembro passado a empresa confirmou que o Microsoft EMET (Enhanced Mitigation Experience Toolkit) seria descontinuado e que seus recursos e tecnologias seriam incorporados ao Windows em atualizações futuras do sistema operacional.

Com o lançamento do Windows 10 Fall Creators Update nos próximos meses, a introdução do Windows Defender Exploit Guard será mais uma das etapas deste processo.

O Exploit Guard basicamente implementará algumas defesas anti-exploits oferecidas até então pelo EMET, como regras inteligentes de Attack Surface Reduction (ASR).

Os participantes do Windows Insider Program rodando os builds mais recentes do Windows 10 podem acessar as configurações do Windows Defender Exploit Guard clicando com o botão direito do mouse no ícone da Central de Segurança do Windows Defender exibido na área de notificações e selecionando Abrir no menu.

Com a Central de Segurança do Windows Defender aberta, clique em Controle de aplicativos e do navegador. Agora navegue até a parte inferior e clique no link Configurações do Exploit Protection.

Você verá uma lista com as proteções oferecidas pelo Exploit Guard separadas em duas áreas: Configurações de sistema e Configurações de programa, o que oferece ainda mais control

Para facilitar a migração do EMET para o Windows Defender Exploit Guard, empresas e profissionais de TI podem utilizar um novo módulo do PowerShell que converte as configurações do EMET armazenadas em arquivos XML para políticas de mitigação para o Exploit Guard do Windows 10. Informações sobre este módulo do PowerShell podem ser encontradas aqui.

É importante destacar que para prevenir possíveis problemas de compatibilidade que podem causar instabilidade e outras dores de cabeça, o Windows 10 Fall Creators Update não permitirá a instalação do Microsoft EMET. Se o usuário fizer o upgrade para o Fall Creators Update a partir de um sistema com o EMET instalado, ele será removido durante o processo.

O Windows Defender Exploit Guard também incluirá mais do que as defesas anti-exploits do Microsoft EMET. A Microsoft pretende divulgar mais informações sobre isso em um futuro post.

A empresa já adiantou que o Exploit Guard terá integração total com o Windows Defender Advanced Threat Protection (WDATP) e outros recursos voltados para uso corporativo.

Agradecemos ao Augusto, colaboraador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Baboo

Microsoft começa a dar detalhes sobre as atualizações do Windows 10

windows-10-desktopO Windows 10 tem obtido uma boa recepção do mercado, com novas instalações sendo realizadas por milhões de usuários todos os meses ao redor do mundo. No entanto, o sistema ainda sofre com alguns problemas que deixam os usuários receosos, como é o caso da não divulgação do que realmente é atualizado nos updates enviados pela Microsoft. Como resposta às críticas realizadas pelos usuários que se queixavam de não saber o que era exatamente alterado em cada atualização, a Microsoft irá começar a divulgar detalhes do que os patches trazem.

As informações já estão sendo disponibilizadas em um site da companhia, que contém todo o histórico de atualizações correspondentes a cada versão do sistema. Essa alteração traz vários benefícios para os usuários e também para a transparência da própria marca. Como até agora os usuários não sabiam o que estava sendo instalado, era muito difícil associar erros do sistema aos updates do Windows. Com a mudança, passa a ser mais fácil conhecer os erros provocados pelas atualizações e consertá-los quando possível.

“Estamos comprometidos com nossos clientes e nos esforçamos para incorporar seu feedback, tanto na forma como distribuímos o Windows como um serviço como nas informações que fornecemos sobre o Windows 10”, informou a Microsoft. “Você irá ver um resumo de desenvolvimentos de produtos importantes inclusos em cada atualização, com links para mais detalhes. Esta página será atualizada regularmente, conforme novas versões forem lançadas”.

O lançamento do site aconteceu no mesmo dia do Patch Tuesday, dia em que a Microsoft disponibiliza suas atualizações de segurança para o Windows.
Ainda que muitos usuários não se importem com o que as atualizações trazem, essa mudança mostra que a empresa está empenhada em se adaptar àquilo que realmente é exigido pelo mercado. Desde seus primeiros passos, o Windows 10 tem recebido grande contribuição da comunidade através do programa Insider Preview, onde os usuários podem testar as próximas versões do sistema operacional e enviar feedbacks para a companhia de Redmond.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Canaltech

Windows 10: atualizações com detalhes irão retornar

windows-10-desktopA Microsoft sempre deu informações detalhadas sobre as atualizações dos seus sistemas. No entanto, com a chegada do Windows 10, a empresa de Redmond quis mudar o quadro e passou a disponibilizar detalhes apenas para as atualizações mais importantes.

Esta postura não agradou os usuários e foram muitas as reclamações encaminhadas para os vários canais da empresa. A Microsoft avaliou o feedback dos usuários e cedeu ao pedido de voltar a dar informações sobre as atualizações.

Sem um justificação viável, a Microsoft decidiu deixar de dar informações detalhadas sobre as actualizações para o Windows 10. Tal posição não agradou aos utilizadores e rapidamente os fóruns da empresa foram inundados de críticas sobre o tema.

Recentemente, Terry Myerson, Vice-Presidente da área Windows e dispositivos da Microsoft, veio referir que a empresa avaliou o feedback dos usuários e, nesse sentido, irá voltar a dar informações detalhadas sobre as atualizações.

Ainda não existe uma data certa para que essas notificações detalhadas voltem a ser apresentadas aos usuários mas se cogita que possa vir a ocorrer apenas aquando do lançamento da grande atualização para o Windows 10, a Threshold 2.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: pplware