Phishing que rouba credenciais do Gmail

Phishing é um método de ataque simples, que é baseado no desconhecimento da vítima — você pode saber mais sobre ele aqui. Acontece, muitos de vocês provavelmente sabem como identificar esses golpes e estão ilesos. Porém, um novo método está sendo espalhado pelo Gmail, e ele tem uma aparência que pode lhe enganar.

Como outros métodos de “pescaria”, ele começa de maneira simples: a vítima recebe um e-mail com um arquivo Word ou PDF como anexo. O arquivo é apresentado de maneira legítima pelo Gmail e, assim que a vítima clica no arquivo, ela é redirecionada para uma página de login da Google — como se você tivesse sido desconectado.

Acontece que essa página é falsa e ela que rouba as suas informações. Se a vítima não notar que a página não é legítima, ela vai escrever o endereço de e-mail e a senha para realizar o login.

Agora, como esse phishing engana o Gmail ao apresentar o arquivo Word ou PDF de maneira legítima? Na verdade, não é um arquivo dos formatos citados, mas uma imagem de como eles ficariam caso estivessem anexos.

Incrivelmente, quem notou o golpe não foi uma empresa de segurança, mas o youtuber Tom Scott — clique aqui para ver. De acordo com um tweet, ele comenta que percebeu o golpe porque a resolução de seu monitor é alta, e a página falsa havia ficado um pouco distorcida. Além disso, a URL da página não havia o padrão de segurança “https://”.

Fonte: Tecmundo

Extensão do Chrome ajuda a identificar remetentes no Gmail

gmail_senderDurante nossa vida digital, recebemos dezenas de e-mails, as vezes essa quantidade é diária. Pensando nisso, a Digital Inspiration desenvolveu a extensão Gmail Sender Icons.
A ferramenta exibe, na sua caixa de entrada, os domínios de cada um dos remetentes. O visual traz o nome da empresa e ajuda a identificar as mensagens sem a necessidade de abri-las.

A função é muito bem-vinda para aqueles que recebem um fluxo grande de emails de diversos lugares, principalmente de empresas, pois facilita um bocado bater o olho e saber de onde veio o texto.

A extensão ajuda priorizar o que é relevante e o que pode ser conferido mais tarde. O complemento já está disponível para o navegador Google Chrome para PC. Pode ser baixado diretamente na Web Store.

Fonte: Tecmundo

Gmail update: agora permite receber arquivos de até 50 MB

gmailEstá cansado de ter que hospedar seus arquivos grandes em algum provedor de nuvem, como o WeTransfer ou Google Drive? O Gmail agora pode tornar esse trabalho coisa do passado – ao menos para arquivos relativamente pequenos.

A partir desta semana, os anexos recebidos no Gmail podem ter tamanho de até 50 MB, o dobro da capacidade anterior dos e-mails.

O Google ainda quer que você guarde seus arquivos no Drive, mas reconhece que apresentações e fotos em alta resolução deveriam poder ser enviadas diretamente pelo Gmail.

“Enviar e receber anexos é uma parte importante das trocas de e-mails. Apesar do Google Drive ser uma forma conveniente de compartilhar arquivos de quaisquer tamanhos, às vezes, você precisa receber arquivos grandes como anexos no seu e-mail”, segundo o comunicado oficial da empresa.

Entretanto, o que você enviar pelo Gmail continua a ter limite de upload de 25 MB. A novidade, apesar de interessante para os usuários do Gmail, vai ser mais benéfica para empresas que enviam anexos grandes via e-mail.

O espaço do Gmail, que é unificado ao do Drive, segue sem alterações: a conta gratuita tem capacidade de 15 GB no total.

Fonte: Exame

Gmail irá bloquear arquivos JavaScript

gmail_blockEm um comunicado publicado em seu blog oficial, a Google anunciou que, a partir do dia 13 de fevereiro, não vai mais permitir que os usuários mandem arquivos “.js” (do JavaScript) como anexos em suas mensagens.

Com isso, aumenta a relação de arquivos que não podem ser enviados pelo Gmail – vale lembrar, antes do JavaScript a Google já havia banido arquivos com extensões .exe, .bat e .msc de serem enviados por meios convencionais (afinal, ainda existe a possibilidade de disponibilizá-los por meio do Google Drive ou em uma pasta .zip).

Aparentemente, a ideia por trás dessa ação é diminuir as chances de os usuários baixarem, sem querer, arquivos maliciosos. Outro ponto importante é o fato de que hackers acabam usando arquivos JavaScript para ganhar acesso ao computador dos usuários com o intuito de roubar seus dados e realizar outras ações que venham estragar a experiência daqueles que usam o serviço de email da Gigante das Buscas.

Outro detalhe é o fato de que, como mostra a imagem mais acima, os usuários vão receber uma mensagem sempre que tentarem fazer o upload de um arquivo que contenha uma das extensões proibidas, bem como uma explicação referente aos motivos por trás desse bloqueio.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Tecmundo

Dicas valiosas para incrementar o uso do Gmail

GmailO Gmail é um dos e-mails mais populares hoje em dia, não é mesmo? E o mais legal é que existem várias dicas e truques bem legais para deixar ele ainda mais fácil de usar e ainda te ajudar muito no dia a dia.

Vejamos:

1. Cancele o envio de e-mails

Quando a gente envia um e-mail não tem mais como voltar atrás, certo? Não!
O Gmail tem um recurso que permite cancelar o envio de um e-mail e assim a outra pessoa não vai receber.

Para fazer isso, entre nas configurações, vá em “Geral” e procure por “Cancelar envio”. Aqui você precisa ativar o cancelamento e escolher o tempo que você tem para desistir do e-mail (de 5 a 30 segundos). Depois que fizer isso, vá até o final da página e salve as alterações, tá? Pronto, agora, quando você enviar um e-mail, irá parecer uma notificação perguntando se você que desfazer aquela ação!

2. Organize tudo

Você pode deixar o seu e-mail todo organizado para não se confundir na hora do trabalho ou então para ficar mais fácil na hora de encontrar o que precisa. Vamos começar pela caixa de entrada! Dá para dividir a caixa de entrada em e-mail “Principal”; “Social”, que é para onde vão todos os e-mails e notificações de redes sociais; “Promoções”, que reúne as mensagens de promoções, ofertas e marketing; “Fóruns”, que separa os e-mails de fóruns e grupos online; e “Atualizações”, que reúne os e-mails de atualizações, confirmações e contas. Assim você consegue separar os e-mails em categorias.

Para fazer isso, vá nas configurações e em “Caixa de Entrada”. Aqui você pode escolher quais caixas quer ativar. Agora, as caixas aparecem em abas no topo da página!

Outra forma bem legal de organizar o seu e-mail é com os marcadores! Você pode guardar suas mensagens em pastas e escolher uma cor para cada uma, assim você já sabe na Caixa de Entrada sobre o que é cada e-mail.

Você consegue fazer isso ali na barra que fica do lado esquerdo, vá até o final dela e clique em “Criar novo marcador”. Depois que criar o marcador e ele aparecer na lista, coloque o mouse em cima do nome. Vai aparecer uma setinha do lado, clique nela e escolha a cor que você quer. Prontinho!

O último jeito de se organizar é incluir mais símbolos de marcação. Por exemplo, quando você que salvar um e-mail, clica em uma estrelinha, ou então em uma setinha para marcar como importante, certo? Mas tem como incluir mais opções.

Lá nas configurações, vá em “Geral” e procure por “Estrelas”. Agora arraste as que você quer usar para a lista de “Em uso” e salve as alterações. Quando você for marcar um e-mail é só clicar na estrelinha até aparecer a que você quer usar.

3. Atalhos

Gente, o Gmail tem alguns atalhos no teclado para você poder começar a escrever um e-mail ou marcar a mensagem como importante sem nem precisar encostar no mouse. Primeiro você precisa ativar essa função: nas configurações, vá em “Geral” e ative os “Atalhos de teclado”, tá? Agora é só seguir essa listinha aqui com os principais atalhos que podem te ajudar:

C: escrever uma nova mensagem;
Shift + C: escrever nova mensagem em uma nova janela;
R: responder a mensagem;
A: responder a mensagem para todos os que a receberam;
F: encaminhar o e-mail para outras pessoas;
Tab + Enter: enviar a mensagem;
Z: desfazer a ação que acaba de ser concluída;
E: arquivar o e-mail;
S: salvar a mensagem com uma estrela;
! : marcar o e-mail como spam;
J: mover para a mensagem anterior
K: mover para a próxima mensagem
U: retornar para a página inicial
Y + O: arquivar mensagem e ir para e-mail seguinte;
G + S: ir para lista de e-mails marcados com estrela;
G + C: ir para agenda com todos os contatos registrados no Gmail.

4. Buscar por e-mails com anexos

Sabia que tem um jeito bem fácil de procurar por um e-mail com um arquivo em anexo. É só digitar na caixa de pesquisa “has:attachment”.

5. Acesse o Gmail offline

Gente, o Gmail tem uma função incrível que permite ler os e-mails mesmo quando você está sem internet! Dá até para escrever novos e-mails e eles vão ser enviados assim que você estiver conectado de novo.
Vá nas configurações, clique em “Offline” e instale a extensão do Google Chrome para que a função funcione.

6. Envie mensagens com outro e-mail

Olha que legal! Dá para enviar mensagens de contas de e-mails diferentes. É só entrar em “Contas e Importação”, lá nas configurações, e inclua quantos e-mails você quiser em “Enviar e-mail como”. Quando for enviar um e-mail, é só clicar no seu e-mail para trocar o remetente.

Fonte: Olhar Digital

Gmail ganha reforço à segurança e privacidade

gmail
Novas medidas de segurança incluem recursos de navegação segura, padrões para mensagens criptografadas e proteção contra ataques patrocinados por Estados

O Google anunciou na última quinta-feira (24) recursos que reforçam a privacidade e a proteção de usuários do Gmail.

Por meio de post em seu blog, a companhia informou sobre a ampliação do recurso de navegação segura, implementação de padrões para envio de mensagens criptografadas e aumento na proteção contra ataques patrocinados por Estados.

O Gmail agora conta com um sistema de notificação para alertar usuários se eles estiverem sob o risco de abrir ou enviar e-mails para servidores inseguros. Caso um usuário lhe enviar um e-mail a partir de um servidor inseguro, um cadeado vermelho “destravado” irá alertá-lo.

A gigante de buscas disse que desde que começou a lançar o recurso, há 44 dias, o número de e-mails enviados a partir de servidores seguros aumentou 25%.

Da mesma forma, quando o usuário tentar clicar em um link que o Google reconhecer como malicioso a partir da sua caixa de entrada do Gmail, ele notificará antes de abri-lo no navegador.

Outra medida em relação à segurança diz respeito a usuários que podem sofrer ataques por parte dos Estados, algo que é importante para ativistas, políticos e jornalistas, por exemplo. Segundo o Google, um público relativamente pequeno, apenas 0,1% de seus usuários.

O Google tem buscado esforços para padronizar uma criptografia para e-mails. A companhia firmou parceria com grandes nomes da tecnologia, incluindo Comcast, Microsoft e Yahoo para propor um novo sistema para e-mails que promete aumentar a segurança da troca dos mesmos.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: IDG Now!

Novos recursos do Gmail visam evitar vazamentos de dados sigilosos

GmailO Google adicionou novos recursos no Gmail para os clientes corporativos. As novas ferramentas são capazes de reconhecer conteúdos pessoais dos funcionários em mensagens e de controlar a perda de dados sensíveis da empresa.

No ano passado, a gigante da tecnologia já tinha lançado o DLP (Data Loss Prevention) para verificar automaticamente todos os e-mails enviados de acordo com as políticas definidas pelo administrador do cliente corporativo. Agora, o Gmail usa o reconhecimento óptico de caracteres para verificar também, com antecedência, cópias de documentos e imagens que são enviadas para fora da empresa via e-mail.

Agora também há parâmetros personalizáveis adicionais para avaliar o risco de conteúdo dentro do sistema de e-mail da empresa, incluindo um que conta o volume de informações pessoais em um e-mail. Os recursos devem estar disponíveis para todos os usuários até o final do ano.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Olhar Digital