Google ameaça a liderança do MS Office

docs_vs_office

Organizações de 60% dos entrevistados estão minimizando investimentos adicionais no Office – e 64% das que utilizam Google Apps estão fazendo o mesmo

Enquanto a Microsoft continua a “promover a adoção” do Office 365, sua oferta de assinatura de software-como-serviço, uma nova pesquisa ressalta a provável queda na quantidade de usuários corporativos do Office. E o problema só vai piorar à medida que os usuários mais jovens entrarem no local de trabalho, se um recente estudo da Universidade de Princeton for um bom indicativo.

A BetterCloud vende ferramentas de gerenciamento de nuvem para o Google Apps. No início de fevereiro, a empresa pesquisou sua base de clientes – 18.361 usuários – e recebeu respostas de 2719.

Há uma série de dados interessantes nos resultados da pesquisa, mas aqui estão os relevantes para a Microsoft e sua luta crescente dentro das corporações:

– 60% dos entrevistados dizem que suas organizações estão minimizando investimentos adicionais no Microsoft Office
– 64% dos que têm utilizado o Google Apps há pelo menos dois anos estão minimizando investimentos adicionais no Office

OK, você poderia dizer, muitos – talvez a maioria – dos entrevistados provavelmente vêm de pequenas empresas. Grandes organizações com muito investimento em licenças de software Office e uma força de trabalho viciada em Excel, PowerPoint, Word e outros aplicativos da Microsoft, compreensivelmente, estariam mais dispostos a permanecer usando os mesmos produtos.

Mas 62% dos entrevistados de empresas com 500 ou mais empregados disseram que também minimizarão o investimento adicional no Office. Assim, a crescente falta de compromisso com os produtos da Microsoft é quase igual entre todas as empresas.

“A pesquisa sugere que um número significativo de companhias estão simplesmente tentando escapar do ciclo caro e infinito de atualização do Office”, afirma Charles King, presidente e principal analista da Pund-IT. “O raciocínio clássico ainda se aplica – o Office é muito cheio de recursos e confuso para se qualificar como uma suíte de produtividade comum. É um pouco como um desses conjuntos de ferramentas de 200 peças: ótimo se você está abrindo uma loja como mecânico, mas muito complexo se você quiser apenas substituir a tampa do interruptor de luz”.

“Já o Google Apps tem melhorado de forma incontestável”, diz King. “Na verdade, é interessante notar que alguns dos recursos-chave do Office 365 – incluindo a integração com o Outlook.com e o serviço de nuvem Azure – imitam as bem estabelecidas ofertas do Google”.

Há um outro ponto nos dados da BetterCloud que pode representar problemas para a Microsoft: 95% dos entrevistados disseram que mais de metade dos funcionários em suas organizações usa o Gmail.

Agradeço ao Lucas, amigo e colaborador do Seu micro seguro, pela referência a esta notícia.

Fonte: IDG Now!