Por essa a Microsoft não esperava

O Windows 10 foi lançado em julho de 2015 para ser a versão definitiva do sistema operacional mais usado em desktops ao redor do mundo. Com direito a mudança no esquema de distribuição, a atualização foi oferecida gratuitamente aos usuários de versões antigas e a expectativa da Microsoft era de que ele se tornasse rapidamente a versão predominante do ecossistema Windows. Contudo, a realidade não é bem assim.

De acordo com dados revelados pelo site NetMarketShare, o Windows 10 não só não é a versão mais usada do sistema da Microsoft como ele cresceu menos do que o Windows XP em outubro: atualmente instalado em 29,26% dos PCs com Windows, a versão lançada em 2015 teve um aumento de 0,17% no mês passado, enquanto o XP cresceu quase 10 vezes, partindo de uma fatia de 0,78% para incríveis 6,47%.

Com o avanço apresentado no mês de outubro, o Windows XP retoma do Windows 8.1 o posto de terceiro sistema operacional mais usado em PCs no mundo, atrás apenas dos seus irmãos mais velhos Windows 10 e Windows 7, que lidera o ranking graças a presença em 46,63% dos desktops e notebooks.

Edge também perde espaço

Aposta da Microsoft para apagar a má impressão deixada pelo Internet Explorer, o Edge é um ótimo navegador que cresceu pouco desde o seu lançamento, também em 2015. Contudo, o mês de outubro de 2017 também não foi positivo para ele: o browser terminou o décimo mês do ano com uma fatia de mercado de 4,58% contra 5,15% de setembro.
Em suma, o mês passado não foi o que a Microsoft pode chamar de positivo.

Fonte: Tecmundo