Google aumenta eficiência da navegação no modo anônimo

O Modo Anônimo oferecido pelo Google Chrome dá uma ideia de privacidade ao usuário: ele permite a navegação desconectada, porém, usuários ainda podem ser rastreados de uma maneira ou outra — e muitos sites ainda conseguem detectar se você navega via Modo Anônimo. Agora, o Google está alterando alguns códigos do modo para deixar a sua navegação mais secreta, escondendo dos sites se você está em Modo Anônimo ou não.

O Chrome vai criar um arquivo de sistema virtual usando a RAM

Mas, por qual motivo os sites querem saber se você está utilizando esse modo ou não? Um deles, e talvez o principal, é o paywall de sites de notícias. Diversos sites de notícias pelo mundo utilizam um tipo de pawall que bloqueia usuários no Modo Anônimo e até registra quem já acessou uma quantidade X de acessos gratuito fora do modo para manter o bloqueio.

Para aumentar as “barreiras” do Anônimo, o Chrome vai criar um arquivo de sistema virtual usando a RAM. Dessa maneira, quando você sair do modo, é garantido que tudo que você navegou será apagado — e os métodos de detecção também deverão cair. Segundo o 9to5Google, o Google tem como meta remover toda a API FileSystem com o passar do tempo.

A novidade deve chegar no Chrome 74 com a possibilidade de ativação feita pelo usuário, contudo, deve ser apenas no Chrome 76 que o recurso já chega como padrão nos navegadores.

Fonte: Tecmundo

Navegação pode ser anônima, mas não é muito segura

anonimoProvavelmente o seu navegador oferece uma opção de navegação anônima. O que muita gente não sabe é que, apesar de prometer não coletar informações do usuário e não adicionar páginas ao histórico, não é bem isso o que acontece. Mesmo que opte pelo modo anônimo, o usuário ainda terá capturado um registro de tudo o que ele fizer na rede.

Um estudo realizado pela equipe de segurança do S2 Grupo mostra que o modo anônimo apenas evita que o computador grave as informações. “Com certeza não manda os cookies das sessões anteriores. Mas podem continuar rastreando por outros parâmetros”, explica a empresa. Assim, o provedor de internet, os sites visitados e o seu empregador (caso você use o computador do trabalho) ainda conseguem rastreá-lo.

Como funciona?

“Sempre que fazemos uma busca através de um navegador da web estamos enviando dados a alguns servidores (Google, Microsoft, Apple etc). Junto com nossos dados de busca, também é enviado outro tipo de informação como a localização, navegador usado, idioma ou o dispositivo”, explica Ricardo Vega, blogueiro espanhol criador de uma página especializada em tecnologia.

Essas informações são bastante valiosas para as empresas de tecnologia, já que oferecem detalhes sobre o que o usuário consome, quais são seus interesses e desejos. É isso que permite uma publicidade personalizada.

Navegação incógnita

O modo anônimo, mesmo que não seja completamente invisível, tem suas vantagens. “Ele permite que você navegue pela web sem guardar nenhum tipo de informação sobre os sites que visita”, explica o navegador Firefox.

Especialistas indicam o uso do modo privado quando o usuário precisa de segurança, como ao realizar transações bancárias, por exemplo.

O que fazer?

Vega afirma para existir uma navegação completamente sigilosa, é preciso “muito trabalho da parte do usuário”, incluindo uma série de ferramentas, como as VPNs.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: Olhar Digital e BBC

Extensão do Chrome útil pra quem usa muito o modo anônimo

off_the_recordHá momentos em que você precisa navegar na web em modo anônimo para que o seu histórico não fique salvo.

E não estamos falando somente de conteúdo impróprio para menores de idade; especialistas em viagens, por exemplo, afirmam que alguns sites de reserva muitas vezes exibem preços mais elevados quando sabem que o usuário está à procura de determinados destinos. o modo anônimo também é muito útil quando você precisa usar o computador de outra pessoa sem precisar deslogar e-mail e redes sociais.

No entanto, como no modo anônimo, as páginas visitadas não são salvas, você pode acabar perdendo alguma coisa importante e não consegue encontrar no histórico. É aí que o Off The Record entra.

A extensão do Chrome salva seu histórico de navegação no modo anônimo durante o tempo que você manter a janela aberta. É possível visualizar todas as páginas visitadas, bem como as guias fechadas durante a sessão e quando a página for fechada, todo o histórico some.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa matéria.

Fonte: Olhar Digital

O que o modo anônimo pode ou não fazer por você

modo privadoA privacidade é um direito que todos temos, no entanto, é difícil saber até onde podemos mantê-la, afinal, nem toda segurança do mundo pode garantir que não estejamos sendo vigiados neste exato momento, por isso, tal privacidade só pode ser garantida em um nível meramente superficial como, por exemplo, dentro de nossa casa, utilizando recursos que dificultam o monitoramento indesejado de pessoas como sua namorada(o) ou mãe.

Cookies podem ser desde informações básicas sobre imagens de uma página até a última data em que você a acessou, o mesmo vale para o seu histórico, que lista as páginas acessadas e as datas em que você a acessou, dados de preenchimento de formulário guardam as informações que você faz em um login (apenas se você permitir) ou preenchendo um questionário e outros arquivos temporários são os rastros que seu computador registra e deixa a vista para quem quiser vê-los.

Estas informações, muitas vezes inúteis, podem ser facilmente acessadas e um histórico de visitas não muito agradável pode ser encontrado por alguma pessoa que tenha acesso à sua máquina e que você não queira que as veja, por isso, é importante usar o modo anônimo de navegação para evitar tais dores de cabeça.

O que o modo anônimo faz?

O que um modo anônimo faz é basicamente ignorar todo tipo de rastro que seu navegador possa gerar, estes “rastros”, por si só, são os cookies, históricos, dados de preenchimento de formulários e outros arquivos temporários que falamos anteriormente, que ficam guardados em uma pasta específica do browser para que, depois de acessar uma mesma página por mais de uma vez, essas informações sejam importadas e o carregamento seja mais rápido.

O que o modo anônimo não faz?

Em praticamente todos os navegadores de internet presentes no mercado existe um modo de navegação anônima onde a promessa é que ninguém possa saber o que estamos acessando, no entanto, esse anonimato é muito menor do que parece.

Muitas pessoas acham que estão completamente seguras acessando seus sites favoritos no modo anônimo, no entanto, as informações escondidas de seu computador podem estar sendo roubadas por algum cracker que tenha instalado um malware em sua máquina. Este malware pode estar de olho em cada passo que você dá não só na internet, roubando informações pessoais e, talvez, até informações bancárias se você costuma acessar sua conta pelo computador.

Outro furo do modo anônimo é na utilização de redes públicas, como a da sua universidade, que muito provavelmente pode estar registrando os dados que o IP de sua máquina requisita e envia já no momento em que você faz o seu login nela, é assim que você acaba sendo barrado em uma VPN ao acessar uma URL que a instituição de ensino considere inadequada, ela confere o site que você está acessando e checa na lista negra se este é um domínio permitido, se não for, uma mensagem de bloqueio será exibida.

O modo anônimo pode ser considerado seguro?

Com certeza não, existem várias maneiras de burlar um modo anônimo, que, como você pôde ver, não passa de uma opção para eliminar informações de seu próprio computador, para que pessoas que possam entrar em seu navegador não vejam as páginas que você acessou anteriormente ao verificar o seu histórico.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa matéria.

Fonte: Oficina da Net