Morte do criador de Chaves é usada como isca para espalhar malware

A morte do ator mexicano Roberto Bolaños, criador dos seriados “Chaves” e “Chapolin”, está sendo usada como isca para disseminar ataques maliciosos na web. Segundo a Kaspersky, o ataque ocorre por meio de um código espalhado no Twitter que infecta o computador dos usuários.

Via Twitter ameaça se utiliza da morte de Bolaños:

bolanos_twitterA mensagem contém um link para um site de anúncios que, em seguida, redireciona o usuário para um outra página de acordo com a sua localização. Fora do Brasil, ele é encaminhado para sites de vendas ou para uma página que descarrega automaticamente um programa malicioso no dispositivo.

O aplicativo varia de acordo com o sistema operacional usado, mas a versão para Mac contém o adware OSX.Geonei.b – um dos mais comuns para o sistema operacional.

Caso o usuário esteja no Brasil, a página também tentará atacar seu roteador ao adivinhar a senha do dispositivo. Se o ataque falhar, será exibida uma tela que pede ao usuário que informe as credenciais de acesso ao roteador. Com estes dados, o ataque procura alterar os servidores DNS e assim redirecionar os usuários para sites maliciosos.

A recomendação da Kaspersky é que os usuários se mantenham atentos a este tipo de golpe e evitem clicar em links suspeitos que redirecionem a sites de notícia pouco conhecidos.

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: techtudo e Kaspersky blog