Windows 10: grandes mudanças a caminho

windows_10A Microsoft anunciou no último dia (22/04) que já começa a distribuir a primeira grande atualização do seu sistema operacional, anunciada na última conferência Build. Em um primeiro momento, apenas membros do Windows Insider terão acesso ao Windows 10 Insider Preview Build 14328, disponível tanto para PC quanto para tablets e smartphones que usam o sistema da MS. Como o Windows Phone recebeu uma nova compilação na última quarta-feira (20), as mudanças para quem usa um dispositivo mobile com Windows são menores. As grandes novidades ficam reservadas para quem utiliza o sistema a partir de um computador, incluindo aí a plataforma Windows Ink, mudanças no Menu Iniciar e aprimoramentos no modo tablet, na Cortana, na Central de Ações e Notificações e na Barra de tarefas, entre outras novidades.

Windows Ink

Sem dúvida a principal novidade desta nova atualização do Windows, o Windows Ink é um conjunto de ferramentas que integra o uso das canetas stylus no dia a dia do Windows. Além de trabalhar de forma integrada com vários aplicativos de desenho, a ferramenta agora pode servir para transformar anotações escritas em lembretes dentro do OneNote ou para traçar rotas em mapas de maneira absurdamente simples. Retoques no Menu Iniciar A intenção da Microsoft foi ampliar a capacidade de descoberta do usuário via Menu Iniciar, seja no tablet, no PC ou no smartphone. Agora, a lista de aplicativos mais usados e a lista de todos os apps instalados em seu dispositivo estão em um só lugar, facilitando o acesso a tudo o que há em sua máquina. Além disso, as funções de desligar, suspender e reiniciar a máquina também ganham mais destaque e agora você também pode definir pastas do sistema a serem exibidas de maneira mais clara dentro deste espaço.

Retoques no Menu Iniciar

A intenção da Microsoft foi ampliar a capacidade de descoberta do usuário via Menu Iniciar, seja no tablet, no PC ou no smartphone. Agora, a lista de aplicativos mais usados e a lista de todos os apps instalados em seu dispositivo estão em um só lugar, facilitando o acesso a tudo o que há em sua máquina. Além disso, as funções de desligar, suspender e reiniciar a máquina também ganham mais destaque e agora você também pode definir pastas do sistema a serem exibidas de maneira mais clara dentro deste espaço.

Modo tablet aprimorado

Quem tem um dispositivo híbrido com Windows 10 vai gostar desta: quando o modo tablet está ativado, o Menu Iniciar dá lugar à Tela Iniciar, aquela que aparecia por padrão no Windows 8 e que é muito mais amigável de uma tela sensível ao toque. Além disso, agora é possível ativar a ocultação automática da Barra de tarefas quando o modo tablet é ativado, tornando o ambiente ainda mais adaptado ao controle com os dedos.

Cortana e Busca aprimoradas

A Cortana ainda não está disponível no Windows 10 aqui no Brasil, mas ela continua sendo aprimorada pela Microsoft. A última novidade é o acesso à assistente pessoal virtual diretamente da tela de bloqueio do seu sistema operacional, outro recurso que tende a torná-la ainda mais prática. Além disso, outras novidades incluem uma variedade maior de formas de criar lembretes da Cortana, novos recursos multidispositivos e outros retoques facilitam a vida do usuário. Em relação aos sistemas de busca do Windows 10, a nova atualização os torna ainda mais profundos, incluindo entre os resultados até mesmo documentos, fotos e vídeos do OneDrive, o serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft.

Barra de tarefas atualizada

Uma das funções mais interessantes desta atualização está na Barra de tarefas do Windows, mais especificamente no relógio e no calendário do sistema. Agora, ele integra ali os seus compromissos do aplicativo Calendário do Windows 10 Para quem usa mais de um monitor, agora o relógio do sistema é exibido em todos eles sempre que a exibição da Barra estiver ativada em todos os monitores — até então, o relógio não era exibido mesmo quando esta função estava ligada. Outra novidade marcante é a exibição de pequenos selos sobre os aplicativos da chamada Universal Windows Plataform (UWP), que nada mais são do que aqueles apps nativos disponíveis nas versões do Windows 10 disponíveis para diferentes equipamentos. Tais selos servem para informar o usuário a respeito de novidades e notificações dentro destas aplicações e conseguem ser discretos e informativos.

Gerenciar a reprodução de múltiplos dispositivos (como fones de ouvido e caixas de som) também está mais fácil a partir da Barra de ferramentas, que ficou ainda mais fácil de ser configurada por meio de um menu específico nas Configurações do Windows 10.

Mais novidades

A lista de novidades da primeira grande atualização do Windows 10 é imensa e inclui ainda a possibilidade de mudar de tela por meio do touchpad do seu notebook, aprimoramentos no gerenciamento de aplicativos e nas configurações do sistema e também novidades da tela de bloqueio, que agora passa a exibir controles de mídia para você não precisar desbloquear o sistema a fim de interromper uma reprodução ou então passar uma música adiante.

O Explorador de Arquivos ganhou um novo ícone e, por padrão, agora não vem mais fixado à Barra de tarefas — mas você pode fazer isso manualmente a qualquer momento. Novos diálogos tornam mais simples o Controle de Contas do Usuário e, por fim, uma série de pequenos erros foram corrigidos. Para saber todos os detalhes sobre todas as novidades, dê uma olhada no anúncio feito no blog oficial do Windows.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: Canaltech e Microsoft

Mozilla quer tornar Firefox mais simples, leve e rápido

FirefoxA Mozilla quer reduzir o número de recursos do Firefox para poder ser mais ágil com o lançamento de novidades. Para isso, o navegador vai perder duas ferramentas em breve.

Mas a empresa aposta que poucas pessoas vão realmente sentir falta desses recursos.

O primeiro são os grupos de abas (Tab Groups), um recurso lançado em 2011 com o Firefox 4. A ideia por trás do Tab Groups era pegar algumas páginas web e agrupá-las, de modo parecido com pastas de apps no seus smartphones.

Enquanto quando você precisasse dessas páginas, clicava no grupo de abas e elas apareciam. É possível criar um Tab Group para a manhã, por exemplo, que abre seu e-mail e documentos colaborativos quando você chega no escritório. O grupo de abas também pode ser usado para manter várias abas organizadas durante uma busca.

Apesar de parecer interessante no papel, a Mozilla revelou que pouca gente estava usando o recurso.

Temas pesados

A Mozilla também está se livrando dos temas completos (ou “peso pesados”). Quando instalados, esses temas completos renovam/mudam basicamente todos os aspectos do visual do Firefox (tudo menos a página web). A mudança não descarta os temas leves que apenas adicionam cores ou uma imagem no topo da janela do Firefox.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: IDG Now!

Veja os recursos que serão removidos do Windows 10

windows10A Microsoft já avisou e era de se esperar: alguns dos recursos que você pode atualmente estar usando no Windows 7 ou 8 não estarão mais disponíveis, ou ficarão bem diferentes, quando você atualizar para a nova versão do sistema operacional, o Windows 10. Mas quais são eles?

– Windows Media Center: este programa, lançado em 2002, foi abandonado em 2009 mas ainda rodava no Windows 8. Agora, ele vai morrer de vez, pois não é compatível com o Windows 10 e será removido quando você instalar a atualização. Troque-o por uma destas alternativas.

– Paciência, Campo Minado e Copas do Windows 7: estes jogos também serão removidos durante a instalação. A Microsoft lembra que lançou novas versões deles, chamadas “Solitaire Collection” e “Minesweeper”, disponíveis gratuitamente na Loja.

– gadgets de área de trabalho do Windows 7: eles foram removidos do Windows 8 e não voltarão. Se você ainda usa, melhor dar adeus antes de instalar o Windows 10. Boa parte da funcionalidade deles – como calendário e previsão do tempo – é facilmente substituída por blocos dinâmicos no menu Iniciar.

– drivers de leitor USB de disquete: se você usa drives de disquete em 2015 (para fazer música, talvez?), você precisará baixar um driver mais recente a partir do Windows Update ou do site da fabricante – ele não funcionará imediatamente após instalar o Windows 10.

Além disso, a Microsoft avisa que você precisa ter um programa separado para assistir a DVDs. Isso vinha embutido até o Windows 7, e depois foi removido no Windows 8. Por quê? A ideia é cortar custos: para usar os codecs, é preciso pagar royalties a detentores de patentes. O VLC não paga esses royalties pois tem sede na França, onde patentes de software não existem.

Por fim, a Microsoft diz: “atualizações do Windows Update serão disponibilizadas automaticamente para os usuários do Windows 10 Home”. Parece que os usuários serão obrigados a instalar atualizações, mas resta ver como isso vai funcionar. (No caso do Windows 10 Pro, será possível adiar atualizações.)

Esta é a tabela de atualização para o Windows 7 e 8.1:

Windows-10-versoes-de-atualizacaoAgradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fontes: Adrenaline e Gizmodo

Próximas mudanças do Google Chrome

Google-Chrome-ler-PDF-padraoSegurança é um assunto muito debatido na internet e medidas que tentem aumentá-la são sempre realizadas. A última do Google envolve o seu navegador que vai começar a ler PDF por padrão, como anunciou a empresa, em um de seus endereços oficiais na web.

Desta forma, o Google Chrome vai evitar o uso de programas terceiros.

Google Chrome vai ler PDF por padrão, mas opção de uso de outro software vai continuar disponível

Isso porque “PDFs em particular, são mais seguros ao abrir no navegador”, de acordo com publicação da empresa feita no Chromium Code Reviews. “Esta atualização muda o manuseio padrão do download para abrir esses arquivos no navegador em vez do manipulador do sistema para o tipo de arquivo”, explicou o texto.

O Google Chrome já lê arquivos em PDF há algum tempo, mas agora essa leitura vai ser feita automaticamente por ele. O gigante das buscas não revelou a partir de qual atualização a mudança vai acontecer. Atualmente, o browser está na versão 31, que teve a atualização 0.1650.48, disponibilizada na última terça-feira (12), com a correção de mais de 20 falhas de segurança.

O Google ainda lembrou que vai continuar sendo possível abrir os documentos com programas terceiros – como Adobe Reader e Foxit PDF Reader. Para isso, o usuário vai precisar ir até o menu e escolher a opção “abrir com o manipulador de sistema”.

No Windows, Chrome vai bloquear extensões de fora

Outra mudança no navegador Google Chrome também feita visando a segurança foi o bloqueio de extensões de fora da Chrome Web Store. A medida entra em vigor a partir do mês de janeiro para todas as versões do browser que rodarem na plataforma Windows.

Em seu blog oficial, a companhia alegou que “muitas pessoas ruins abusaram deste mecanismo [poder instalar extensões de outros locais]”. Os problemas já causados vão desde “burlar o modelo para instalar silenciosamente extensões maliciosas que subscrevem mecanismos do navegador” até “alterar a experiência do usuário de maneiras não desejadas, como substituir a página de ‘Nova Aba’ sem aprovação [do usuário]”.

Agradeço ao Davi e ao Lucas, amigos e colaboradores do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Baboo