App do Google que avisa sobre ligações de spam

A Google acaba de lançar uma nova atualização para o aplicativo de telefone dos aparelhos da linha Nexus e Android One que promete acabar com aquelas irritantes ligações de propaganda feitas aos seus smartphones. A nova ferramenta do identificador de chamadas basicamente identifica se aquele número que está ligando é algum tipo de spam; se o resultado for positivo, o fundo azul mostrado no aplicativo muda para a cor vermelha, como você pode ver abaixo.incoming_callGostou da novidade? Pois isso não é tudo: segundo o anúncio oficial da Google através da Google+, você ainda pode bloquear e até denunciar esses números. Assim, se algum deles for especialmente persistente ou irritante, é possível simplesmente usar essas opções para que ele nunca mais o incomode.

Como dito antes, a ferramenta só vai chegar aos donos de aparelhos Nexus ou Android One – além de terem ao menos a versão Android 6.0 Marshmallow instalada em seus dispositivos. De resto é só esperar, já que a atualização será eventualmente disponibilizada para todos que atenderem os pré-requisitos. Ou você também pode clicar aqui para instalar a versão mais recente disponível do app.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Tecmundo

Leitores de impressão digital melhoram segurança do Android

nexusSegurança digital não é um tema agradável, e a maioria das pessoas não querem saber dele até o momento que já é tarde demais, infelizmente. Senhas são, de forma unânime, uma forma de proteção ao mesmo tempo fraca e desagradável. A boa notícia é que o Google percebeu que, ao menos no Android, as coisas estão mudando.

Os leitores de impressões digitais são os “culpados” pela maior adoção de segurança no sistema do Google. A empresa reparou que os aparelhos que apresentam o sensor têm a tela bloqueada com muito mais frequência do que aqueles que não são capazes de ler impressões digitais.

O relatório do Google compara os aparelhos da família Nexus. Os modelos 5x e 6p (de 2015) tem um uso 64% maior de telas de bloqueio do que os modelos 5 e 6 (de 2013 e 2014, respectivamente). Nestes modelos mais recentes, a tela de bloqueio está ativada em 91% dos casos.

O detalhe, discretamente incluído no documento que analisa a segurança do Android em 2015 mostra que, se as ferramentas forem simples, o público está disposto a se proteger. Bloquear a tela do celular é a medida mais básica de segurança do dispositivo que pode ser tomada, e todos deveriam fazê-lo, mas as senhas, padrões e PINs ainda deixavam muitos ressabiados em relação ao custo e benefício de ter que destravar o aparelho a cada vez que querem abrir um aplicativo. O leitor de impressão digital, felizmente, elimina boa parte do atrito neste processo, incentivando as pessoas a cuidar melhor de suas informações.

O relatório fala apenas dos aparelhos Nexus, mas essa é uma tendência global entre praticamente todas as fabricantes de celular, inclusive da Apple, que nada tem a ver com o Android. Sony, Samsung, Xiaomi, Huawei, LG, são exemplos de empresas que já têm o leitor. A Motorola ainda não tem, mas terá. A Microsoft tem um leitor de íris, que é diferente, mas tem a mesma essência.

O problema estão nos tablets Android. Como nota o Android Central, poucos modelos têm o suporte para reconhecimento biométrico, incluindo os próprios dispositivos do Google, como o Nexus 9 e o Pixel C.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Olhar Digital

Smartphones Nexus estão sujeitos a ataques via SMS

Nexus5Os smartphones da linha Nexus, do Google, estão sujeitos a um ataque via SMS que pode fazer os aparelhos congelarem, reiniciarem ou perderem conexão com a operadora de telefonia móvel. De acordo com a PCWorld, o pesquisador de segurança digital Bogdan Alecu afirma que a vulnerabilidade afeta o Galaxy Nexus, o Nexus 4 e o Nexus 5.

O problema acontece quando várias mensagens de texto em flash são enviadas. Como o smartphone não consegue abrir rapidamente os SMS, que são exibidos automaticamente na tela inicial sem que seja necessário selecioná-las, ocorre o travamento.

Alecu diz que os dispositivos que rodam versões do Android a partir da Ice Cream Sandwich (4.0) até a KitKat (4.4). São necessárias cerca de 30 mensagens de texto para causar o bug no smartphone do Google.

O pesquisador fez testes com outros 20 aparelhos de diversas fabricantes e constatou que o problema afeta apenas a linha Nexus. O Google está ciente da falha desde o Android 4.2.2, mas até agora não ofereceu uma atualização de segurança.

Para se protegerem de eventuais ataques, os donos de aparelhos da linha Nexus podem instalar o Class0Firewal, que foi desenvolvido com a ajuda de Alecu.Mensagens flash podem ser visualizadas com o aplicativo para Android chamado SMS Flash, que é gratuito.

Confira aqui o vídeo que mostra funciona o ataque virtual:

Agradeço ao Lucas, amigo e colaborador do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Info

Linha Nexus apresenta séria falha de segurança

NexusOs smartphones Galaxy Nexus, Nexus 4 e Nexus 5, últimos lançamentos do Google para a linha, tiveram uma falha de segurança detectada por um especialista. O erro permite que os celulares sejam travados, reiniciados ou percam conectividade, deixando-os vulneráveis a um suposto ataque de crackers.

Segundo o especialista em segurança Bogdan Alecu, que falou ao site PC World, o problema é decorrente da maneira com que os aparelhos Nexus lidam com mensagens “flash”, que aparecem na tela como um pop-up e requerem uma ação imediata do usuário.

Conforme testes realizados por Alecu, os dispositivos Nexus apresentam falhas ao receberem um número grande de SMS desse tipo, cujo acúmulo é favorecido pela falta de alerta sonoro nesses aparelhos. Crackers podem, portanto, influenciar no funcionamento dos smartphones à distância enviando vários SMS “flash” seguidamente. Até que o usuário perceba, o ataque está feito.

O problema foi reportado para a Google, que prometeu uma correção em uma atualização futura. Enquanto isso, os usuários de smarts Nexus podem se proteger da ameaça por meio do Class0Firewall, um aplicativo criado por Alecu.

A falha foi encontrada em Galaxy Nexus, Nexus 4 e Nexus 5 rodando versões do Android que variam do 4.0 (Ice Cream Sandwich) ao mais recente, o 4.4 “KitKat”. Não há indícios de que outros dispositivos com o sistema da Google estejam suscetíveis a esse tipo de ataque por SMS.

Agradeço ao Davi e ao Lucas, amigos e colaboradores do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Techtudo