Windows 7 ainda com 41% de usuários mundo afora

Parece que a normalidade voltou ao Windows em maio. Segundo a Net Applications, o Windows 7 viu sua base de usuários cair 1,8 ponto percentual no mês passado, o que deixou a plataforma com uma presença em 41,8% de todos os computadores do mundo – e em 47,3% nos PCs Windows.

Essa queda em maio foi a maior do Windows 7 em quase dois anos, com exceção de um número no final de 2017 quando a empresa de pesquisas retirou tráfego de bots criminosos dos seus dados.

A mudança de maio em relação aos meses anteriores foi dramática: em março e e abril, o Windows 7 ganhou terreno, exatamente o oposto do que a Microsoft quer ver à medida que tenta fazer com que mais e mais gente troque o Windows 7 pelo Windows 10.

Enquanto isso, o Windows 10 aumentou sua participação no mercado, com um crescimento de 0,9 ponto percentual em maio, fechando o mês com uma presença em 34,7% de todos os computadores – e em 39,3% de todos os PCs Windows. Isso também foi em contraste com os resultados dos meses anteriores, quando o sistema lançado em 2015 viu sua base de usuários cair em 0,8 ponto percentual.

As notícias podem ter sido boas para a Microsoft em maio, mas o quadro geral ainda é instável a longo prazo. Com uma previsão feita com base nos últimos 12 meses do Windows, a Computerworld dos EUA estima que o Windows 7 responderá por quase 35% de todas as versões do Windows em janeiro de 2020, quando o sistema lançado em 2009 será oficialmente aposentado. Nesta época, o Windows 10 deverá estar em 57% dos PCs Windows.

A mais recente tendência também mostra onde os sistemas estarão no final de 2018, apenas 12 meses antes da aposentadoria do Windows 7. Neste momento, o Windows 10 deverá estar em 45,6% de todas as máquinas Windows contra 43,2% do Windows 7.

Além disso, os dados da Net Applications mostram que o Windows 8 e Windows 8.1 combinados permaneceram estáveis em maio, com presença em 6,5% dos PCs – e em 7,3% dos PCs rodando Windows.

Fonte: IDGNow!

Windows 7 diminui presença no mercado

win_marketAntes do lançamento do Windows 10, o Windows 7 marcava presença em 60% do mercado, em junho de 2015. A versão do sistema operacional começou este ano com presença de 52, 47%, mas hoje registrou 48,27%.

Mesmo com a queda e com o possível crescimento do Windows 10, o Windows 7 deve permanecer sendo o sistema operacional mais popular, chegando a ultrapassar o XP em setembro de 2012.

Hoje, o Windows Vista marca presença em 1,4% e o Windows XP em 9,66% e vale lembrar que o Windows 10 não conta com atualização gratuita para estes sistemas. Acredita-se que a presença do XP tende a diminuir ainda mais, uma vez que a Microsoft encerrou suporte ao sistema em abril de 2014.

No geral dos sistemas operacionais, o Windows teve uma queda e registrou 89,23%, enquanto o Mac OS X teve um aumento, ficando em 9,2% de presença, assim como o Linux, que marcou 1,56%.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Olhar Digital

Windows 8 e 8.1 estão em 10% dos PCs

market_shareMais recentes sistemas da Microsoft ainda estão bem longe do antecessor Windows 7. Mac OS, da Apple, tem 7,5% e Linux apenas 1,7%.

O Windows 8 está se espalhando de forma devagar, mas ainda continua bem atrás do seu antecessor, de acordo com dados da empresa de pesquisas Net Applications.

Segundo o levantamento, o Windows 8 e sua atualização 8.1 agora estão presentes em 10,5% dos computadores no mundo. As duas versões mais recentes do sistema registraram aumento de 1,20% no último mês de dezembro.

Mas vale notar que o crescimento do Windows 8 não foi às custas do Windows 7, que teve crescimento de 0,88% no último mês, e nem mesmo do sempre amaldiçoado Windows Vista, que teve um levíssimo aumento de 0,04% no período. O Windows XP, lançado há cerca de 13 anos, foi o perdedor da vez, com uma queda de 2,24% em dezembro.

A fatia do Windows 8 (6.89%), lançado em 2012, ainda é maior do que sua atualização, Windows 8.1 (3,60%), lançada em outubro do ano passado.

No geral, as máquinas com Windows respondem por mais de 90% do mercado de PCs no mundo – vale notar que essa conta não inclui tablets como o iPad, da Apple.

Além disso, o Mac OS X teve ligeira queda, de 7,56% para 7,54%, em dezembro, enquanto que o Linux subiu de 1,56% para 1,73%.

Agradeço ao Davi e ao Lucas, amigos e colaboradores do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: IDGNow!