Atualização do Windows fundamental

A Microsoft liberou o “Patch Tuesday”, um pacote de correções de segurança semanal da companhia. Dessa vez, o patch corrige vulnerabilidades de dia zero que afetam sistemas operacionais Windows voltados para empresas, com lançamento em 2007.

Em um cenário de ataque remoto, um invasor poderia explorar essa vulnerabilidade executando um aplicativo especialmente criado para enviar tráfego mal-intencionado

De acordo com especialistas da Preempt, essas vulnerabilidades estão nos protocolos de segurança Windows NTLM. Como uma porta de entrada, elas permitem que cibercriminosos ataquem um computador ao criar uma nova conta de administrador. Dessa maneira, é possível receber todos os privilégios de administrador do sistema.

Caso não saiba, o NTLM (NT LAN Manager) é um protocolo de autenticação antigo, isso significa que as versões mais novas do Windows não são afetadas — mas isso não significa que você não precisa atualizar o seu computador com frequência. Vá até o Windows Update e realize os processos pendentes.

“Em um cenário de ataque remoto, um invasor poderia explorar essa vulnerabilidade executando um aplicativo especialmente criado para enviar tráfego mal-intencionado para um controlador de domínio. Um invasor que aproveitou com sucesso essa vulnerabilidade poderia executar processos em um contexto elevado”, explicou a Microsoft.

Fonte: Tecmundo

Atualização última do Windows gera problemas de endereçamento

pach_winÉ possível que você tenha tido problemas para acessar a internet a partir de um PC com Windows 10 nos últimos dias. Se isso aconteceu, saiba que não foi só com você. Uma atualização do sistema operacional da Microsoft parece ter bloqueado a conexão de diversos usuários.

Ainda não se sabe qual das atualizações automáticas do Windows 10 fez isso, mas o site Ars Technica indica que deve ter sido a KB3201845, distribuída em 9 de dezembro. Um bug nesse update fez com que o DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) parasse de funcionar.

Esse protocolo é o que permite que o computador seja capaz de adquirir um endereço de IP da rede para fazer a conexão. Sem ele, o PC não pode se conectar à web nem por Wi-Fi e nem por cabo. A Microsoft já liberou uma atualização nesta semana que corrige o problema.

Como resolver

Se você ainda não recebeu o patch de correção, saiba que é possível arrumar uma solução temporária manualmente. No seu PC com Windows 10, vá até o Painel de Controle > Rede e Internet > Central de Rede e Compartilhamento > Alterar as configurações do adaptador. Por fim, clique com o botão direito na conexão de rede ativa (seja por cabo ou Wi-Fi) e clique em Propriedades.

Na janela que se abre, procure por uma caixa de seleção que diga “Protocolo IP Versão 4 (TCP/IPv4)”. Não desmarque a caixa, mas clique nessa opção e depois em “Propriedades” logo abaixo. Nessa nova janela, você verá na parte de baixo duas opções: obter o DNS automaticamente ou usar um servidor preferencial.

Normalmente, a primeira opção vem marcada por padrão, e é aí onde está o problema. Marque a opção abaixo, “Usar os seguintes endereços de servidor DNS”, para inserir um provedor manualmente. Se você já conhecer algum endereço de DNS, use-o. Se não, uma boa pedida é o servidor do Google.

Na caixa de texto que indica “Servidor DNS preferencial”, insira os seguintes números: 8.8.8.8. No campo abaixo, insira o DNS alternativo do Google, que é 8.8.4.4. Clique em OK para finalizar o processo e pronto. Sua conexão com a internet deve voltar imediatamente.Welcome to EditPad.org – your online plain text editor. Enter or paste your text here. To download and save it, click on the button below.

Opinião do seu micro seguro: tenho um PC com o Windows 7 e enfrentei o mesmo problema descrito nessa matéria, o que significa que o bug não se restringe apenas a usuários do Windows 10.

Fonte: Olhar Digital e Ars Technica

Atualizações do Windows 7 e 8.1 terão alterações

windowsupdateA Microsoft vai adotar uma prática um pouco mais eficiente de atualizar o Windows 7 e o 8.1, inspirada no que a empresa tem feito com a versão 10 do sistema. Agora, estas versões mais antigas do sistema receberão atualizações cumulativas, o que é um alívio para quem está atrasado com os updates.

Nas versões anteriores do sistema operacional, a prática era a de liberar vários pacotes individuais de atualização a cada mês. Se o tempo passava e o PC não era atualizado, o processo de realizar a atualização se tornava um martírio, uma vez que a máquina precisava baixar às vezes centenas de pacotes de updates e, no processo de instalá-los, reiniciar várias vezes. Quem precisou instalar recentemente o Windows 7 e precisou atualizá-lo sabe como a situação é desagradável.

No Windows 10, isso é feito de uma forma um pouco mais inteligente. As atualizações ainda são disponibilizadas em pacotes individuais, mas a Microsoft agora libera pacotes cumulativos frequentes. Isso significa que, se você passar muito tempo sem atualizar um PC, você só precisa baixar um pacote gigante com todos os updates necessários, o que é mais eficiente.

A Microsoft já havia sinalizado a chegada de algo do tipo em maio, quando a empresa lançou um pacote de atualizações com todos os updates desde o Service Pack 1 do Windows 7 (mas não chamou de Service Pack 2, por algum motivo).

A empresa deve começar a colocar o plano em prática em outubro deste ano, quando lançará o pacote cumulativo daquele mês com todas as atualizações do Windows 7 e 8.1. Os pacotes mensais seguintes também incluirão os anteriores. Além disso, a empresa planeja que a partir de 2017 começará a “voltar no tempo” para incluir atualizações anteriores à implantação das novas práticas, provavelmente até o Service Pack 1 do Windows 7 e o lançamento do Windows 8.1.

Fonte: Olhar Digital 

Caminho para solução de erros do Windows Update

windows-update-icon

Veja um passo a passo simples e rápido de como solucionar e corrigir todo e qualquer erro que ocorrer no Windows Update.

Primeiro, o que é o Windows Update?
É um serviço de atualização da Microsoft para os sistemas operacionais Windows. O Windows Update é o responsável por verificar junto ao Microsoft Update as atualizações que o Windows precisa. Assim, se o recurso de Atualizações Automáticas estiver configurado como automático, ele baixará e instalará as atualizações sem necessidade de intervenção do usuário.

Segundo, como ocorre problema no Windows Update?
Os fatores para causar problemas no Windows Update são inúmeros. Os erros podem ocorrer devido a uma combinação de resultados que acarretam na falha ou corrupção de dados relacionados ao Windows Update, impedindo que o programa dê prosseguimento em procurar, baixar e instalar atualizações.

Terceiro, como resolver qualquer problema no Windows Update?
O método abaixo disponibilizado foi testado e aprovado. É de plena confiança, uma vez que a Microsoft disponibilizou os links de acesso. Aqui vai mais um passo a passo simples e rápido. Vamos lá!

– Uma vez constatado o erro no Windows Update, anote o código de erro no Bloco de Notas ou no WordPad, para que posteriormente possa usá-lo (seja em pesquisa, seja em eventuais consultas) Ex: Erro 800f0826.
– Clique aqui https://support.microsoft.com/pt-br/gp/windows-update-issues/pt-br para acessar o link disponibilizado pela Microsoft (compatível com Windows 7, 8, 8.1 e 10).

Se você for usuário do Windows Vista, basta clicar aqui http://go.microsoft.com/?linkid=9767096&entrypointid=MATSKB

– Pressione em “Executar Agora”.exec_agora – Baixe o arquivo “WindowsUpdateDiagnostic.diagcab” e utilize-o sempre que ocorrer qualquer tipo de erro no Windows Update.win_update_diagn – Abra o arquivo e clique em “Avançar”.avancar – Aguarde enquanto o programa detecta se há algum problema com o Windows Update.

– Se constatado qualquer problema, prossiga clicando em “Avançar” para que o erro seja resolvido. Aguarde enquanto o programa resolve o problema.

– Após finalizar o processo, feche o programa e vá ao Windows Update para verificar se está funcionando corretamente (baixando e instalando as atualizações).

Caso continue tendo problemas ao procurar por atualizações, veja as opções abaixo que podem resolver o problema.

A) Acesse novamente o link, vá em “Buscar Soluções” e selecione a “Soluções para erros comuns do Windows Update”;

corrrige_erros_win_up

Selecione a versão do Windows em que você recebeu o erro, insira o código de erro na caixa correspondente (como por exemplo, 800f0826) e pressione “Enter”.enter

codigoB) Caso ainda não conseguiu solucionar o problema, acesse novamente o link da opção A, vá em “Buscar Soluções” e selecione a versão do Windows. Haverá vários títulos, clique naquele que coincidir com o seu erro ou sua dúvida. Ele lhe trará soluções do Suporte da Microsoft;versoesC) Procure obter respostas de outros usuários na Comunidade Microsoft para o seu erro, digitando o erro anotado no 1° passo na barra de pesquisa neste link.
Seguindo certinho o passo a passo, há uma grande chance de que o problema de atualização do seu Windows seja solucionado.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa matéria.

Fonte: Oficina da Net

Windows Update para hoje? Muito provável…

windows-update-iconRumores estão indicando que a Microsoft irá liberar a próxima atualização cumulativa do Windows 10 na data de hoje, 09/02. O “patch tuesday”, pacote de atualizações que a empresa sempre costuma enviar na terça-feira, trata-se da build 10586.104. O update não deverá trazer novos recursos para aqueles que já possuem seu sistema operacional atualizado com a última versão cumulativa.

As novidades ficarão por conta das correções de bugs e melhorias na estabilidade do sistema. De acordo com informações não oficiais, o update trará melhorias também para a linha Surface. Como de costume, a atualização será liberada por meio do Windows Update para todos os que estiverem utilizando o Windows 10.

Vale lembrar que esta atualização faz parte de um ciclo diferente das atualizações que estão sendo liberadas para os usuários do Programa Insider Preview.
Aliás, os usuários do programa de testes da Microsoft estão atualmente utilizando a build 14257, referente a geração Redstone do Windows 10.

Com esta última atualização foram adicionadas novidades em termos de correções de bugs e melhorias no sistema.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: Canaltech

Microsoft adota estratégia mais agressiva na migração para o Windows 10

windows 10

A Microsoft vem preparando os PCs com Windows 7 e Windows 8.1 para uma estratégia de upgrade mais agressiva para o Windows 10 que a empresa vai iniciar em breve, segundo o desenvolvedor de uma ferramenta que bloqueia tais upgrades.

“No final de semana de Ação de Graças (fim de novembro), comecei a receber relatos de que a configuração ‘Permitir Upgrade’ do Windows Update estava sendo revertida nos PCs de diversas pessoas, e continua se reconfigurando pelo menos uma vez ao dia caso sejam desabilitadas pelos usuários”, afirmou Josh Mayfield, o engenheiro de software que criou a GWX Control Panel – a ferramenta foi criada originalmente para fazer o applet “Get Windows 10” sumir após a Microsoft instalá-lo nos computadores de usuários dos Windows 7 e 8.1 em março de 2015, e então ativá-lo em junho.

“Esse comportamento é novo e deixa o seu PC vulnerável a um comportamento indesejado de upgrade para o Windows 10”, afirma o especialista.

Mayfield vem acompanhando as diversas ações da Microsoft desde a metade do ano para manter seu GWX Control Panel atualizado com novos recursos para bloquear o aparecimento do upgrade nos PCs – e o início automático do processo de instalação.

A atualização mais recente do GWX Control Panel, que mudou para o número 1.6, adicionou o recurso de monitoramento em segundo plano para que os usuários não precisem ficar reiniciando o app para detectar mudanças na estratégia de upgrade da Microsoft.

Mayfield liberou o GWX Control Panel 1.6 em 24 de novembro, mesma época em que começou a receber reclamações de usuários de que os seus PCs estavam sendo alterados de um status “não fazer upgrade para o Windows 10” para “fazer upgrade” – muitas vezes por dia em alguns casos.

Em uma entrevista na última sexta-feira, 4/12, Mayfield disse que a mudança de configuração de upgrade para o Windows 10 em PCs Windows 7 e 8.1 teria acontecido por do envio contínuo de updates pela Microsoft para aparelhos mais antigos. A empresa de Redmond reenviou repetidamente seu aplicativo original de upgrade para o Windows 10 para computadores, muitas vezes sem mudanças documentadas, mesmo se a máquina já tivesse o app, ou se o usuário tivesse conseguido desinstalá-lo anteriormente.

“A Microsoft distribuiu esse update diversas vezes. Ela não muda o nome da atualização, mas toda versão é nova, com novos arquivos binários”, afirma.

Windows Update

Além disso, aponta Mayfield, a Microsoft também liberou atualizações para o cliente Windows Update em PCs com Windows 7 e 8.1: o Windows Update foi atualizado na semana passada para as duas versões anteriores do sistema.

Os documentos dessas atualizações para o Windows Update não especificavam todas as mudanças, mas alegavam o seguinte: “Esse update permite o suporte para situações adicionais de update do Windows 7 para o Windows 10, e fornece uma experiência mais suave quando você precisa tentar fazer novamente o upgrade de sistema por conta de determinadas condições. Esse update também melhora a habilidade da Microsoft monitorar a qualidade da experiência de upgrade.”

Agradecemos ao Paulo Sollo, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: IDG Now!

Microsoft corrige 12 falhas de segurança em último update

windowsupdate

Como parte da sua Patch Tuesday, a Microsoft divulgou nessa última terça-feira (9/12) doze novos boletins de segurança para corrigir vulnerabilidades em seus programas.

As falhas de segurança recém-descobertas afetam os softwares: Windows, Internet Explorer, Microsoft Edge, Microsoft .NET Framework, Microsoft Office, Skype for Business, Microsoft Lync, e Microsoft Silverlight.

Dentre as atualizações lançadas, oito foram classificadas como críticas, sendo que elas podem permitir a execução remota de código. As atualizações restantes foram classificadas como importante.

Agradecemos ao Davi, colaborador amigo do seu micro seguro, pela referência a essa notícia.

Fonte: ITForum 365